28 de outubro de 2020
Mais
    Capa Destaques Tatuagem resulta na prisão de tarado acusado de estuprar mulher e tentar...
    CONHECEU EM APLICATIVO

    Tatuagem resulta na prisão de tarado acusado de estuprar mulher e tentar matá-la

    Imagem: tatuagem sorriso
    Dhemison possuía as mesmas características do agressor descritas pela vítima – Foto: Divulgação/PM

    Tarado de 21 anos é localizado e preso em Sorriso (MT) após ser reconhecido pela tatuagem no pescoço. A prisão ocorreu na manhã desta terça-feira (26). Dhemison Rodrigues de Oliveira é acusado de estuprar e tentar matar uma mulher de 26 anos, sufocada, que ele a conheceu por um aplicativo de relacionamento.

    Segundo a Polícia Militar, uma denúncia anônima levou ao paradeiro do suspeito. Consta no boletim de ocorrência nº 2019.350762-1, duas versões do crime. A primeira, narrada pela vítima, dá conta que a mulher fazia caminhada, na última sexta-feira (22), quando foi abordada por Dhemison.

    Ela relata que o suspeito estava em uma motocicleta vermelha e pediu informação. Porém, quando se virou para dar atenção ao suspeito, foi atacada, levada para o matagal e estuprada.

    A mulher ainda relatou que foi ‘surrada’ com uma camiseta e quase morreu sem ar. Ele colocava a todo momento um objeto – não identificado – em sua boca. Após ser violentada, a vítima registrou a ocorrência denunciando que o suspeito tinha uma tatuagem com o nome da mãe no pescoço.

    Já o acusado alega que conheceu a mulher através de um aplicativo de relacionamento e a levou no bairro Parque das Araras. Ela negou fazer sexo com ele, por isso a estuprou.

    Em busca do homem, os policiais suspeitaram de Dhemison, que possuía as mesmas características do agressor, descritas pela vítima. Ele estava com outra mulher, porém, a tatuagem foi o detalhe que ajudou na identificação do suspeito.

    A vítima reconheceu o tarado. Na casa de Dhemison os militares encontraram roupas e acessórios que ele usou durante o crime. A vítima levou os policiais até o local onde teria sido violentada e repassou todos os detalhes. Dhemison entrou várias vezes em contradições e permanece preso à disposição da Justiça.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS