Imagem: Abilinho e Toninho de Souza
Vereadores Abilinho e Toninho de Souza – Fotos: assessoria

A briga sem fim que marca de forma negativa as sessões da Câmara Municipal de Cuiabá, com embates entre os vereadores Abílio Júnior (PSC), o Abilinho e Toninho de Souza (PSD), agora promete se estender ao Gaeco e à Polícia Civil.

Isso porque Toninho e os demais parlamentares integrantes da Comissão de Ética do Legislativo Cuiabano vão protocolar, nesta quarta-feira (27) uma notícia crime no Gaeco  (às 9h) e na Delegacia Fazendária – Defaz ( às 9h30).

Presidida por Toninho de Souza (presidente) e tendo como membros os vereadores Ricardo Saad (PSDB) e Vinicyus Hugueney (PP), a Comissão de Ética está realizando oitivas de um processo que pede a cassação de Abilinho.

O autor é o ex-vereador Oséas Machado, que hoje integra o staff do prefeito Emanuel Pinheiro na Secretaria Municipal de Saúde. Uma testemunha afirmou ter presenciado Abilinho dizer que alguns vereadores estariam articulando uma compra de  votos para cassar seu mandato.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.