17 de setembro de 2020
Mais
    Capa Notícias Política Bolsonaro sanciona lei que institui 4 de outubro como o Dia do...
    Dia de São Francisco de Assis

    Bolsonaro sanciona lei que institui 4 de outubro como o Dia do Rodeio no Brasil

    Projeto no Senado Federal foi relatado pelo senador Wellington Fagundes, que é médico veterinário

    Imagem: Wellington e capitão
    Senador Wellington Fagundes com o deputado Capitão Augusto na votação do projeto que institui o Dia Nacional do Rodeio – Foto: Agência Senado

    O presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacional que define o dia 04 de outubro como o Dia Nacional do Rodeio. A Lei 13.922/2019 foi publicada nesta quinta-feira, 05, no Diário Oficial da União. O projeto, de autoria do deputado Capitão Augusto (PL-SP), foi relatado no Senado Federal pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT), que é médico veterinário.

    A data foi escolhida por ser mundialmente reconhecida como o dia de São Francisco de Assis, padroeiro dos animais. Por essa razão, em 04 de outubro também se comemora o Dia dos Animais.

    A iniciativa, segundo Fagundes, reconhece o significado da atividade que acontece em quase todo território nacional. Anualmente, ocorrem mais de dois mil rodeios por todo o país, com público pagante de 24 milhões. Além da dimensão cultural, o rodeio gera empregos e movimenta economias locais, afirma o senador.

    Fagundes fez questão de ressaltar os cuidados com os animais utilizados nas competições. Ele lembrou que “o animal é extremamente cuidado, treinado, capacitado, com alimentação especial”. Ele fez questão de ressaltar que, ao contrário das touradas, não existe relação de maus tratos aos animais em rodeio.

    O esporte do rodeio tem suas origens na pecuária extensiva praticada na Espanha e em diversas regiões do Novo Mundo. No Brasil, a versão histórica consagrada é que as primeiras competições de rodeio surgiram na cidade paulista de Barretos, no final da década de 1940.

    Em 1956, um grupo de jovens que se autodenominaram “Os Independentes” organizaram a Primeira Festa do Peão Boiadeiro de Barretos. Essa festa é realizada até hoje, sendo a maior do Brasil, com um público que alcança cerca de 900 mil pessoas ao longo dos dias de sua realização. No Rio Grande do Sul, acontece o chamado Rodeio Crioulo, com características próprias, muito arraigado nas tradições gaúchas.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS