Inspirada pelo alaranjado do sol, no mês que antecede as férias de verão, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) promove, em todo o país, a campanha de prevenção de câncer de pele Dezembro Laranja, que ressalta hábitos necessários para prevenir o desenvolvimento da doença nesta região do corpo. Engajada na campanha nacional, a Prefeitura de Rondonópolis realiza, no próximo sábado (7), das 9h às 14h, no Centro de Especialidade, Apoio e Diagnóstico Albert Sabin (Ceadas), mutirão para avaliação de lesões suspeitas de câncer de pele com médicos dermatologistas.

Conforme o Instituto Nacional do Câncer, a patologia atinge registros estratosféricos: são 180 mil novos casos por ano, o que significa que a cada quatro diagnósticos de câncer no Brasil, um é de pele.

“O câncer de pele não escolhe idade. Ele atinge crianças, adultos e idosos. Por isso, qualquer pessoa que tenha notado alguma pinta com qualquer tipo de mudança no tamanho, na cor, ou, ainda, lesões que sangrem com facilidade ou que não cicatrizem, deve ir ao Ceadas no sábado para ser examinada”, explica a coordenadora do Ceadas, Mariúsa Valentim, que assegura que se, ao realizar a avaliação, o médico perceber algum indício da doença, o exame será feito imediatamente para saber o diagnóstico. Sendo confirmada a enfermidade, o tratamento terá início no mesmo dia ou poderá ser agendado para as próximas semanas, dependendo do caso.

Quando descoberto no início, o câncer de pele tem mais de 90% de chances de cura, de acordo com a SBD. Por isso, ações para conscientizar a população sobre a importância de exames preventivos para um diagnóstico precoce são fundamentais para reduzir os número atuais.

Considerada um problema de saúde pública pela SBD e tendo como principal fator de risco a exposição excessiva e sem proteção ao sol, a entidade aponta a necessidade de medidas fotoprotetoras como boa hidratação corporal, uso de chapéus de abas largas e de óculos de sol com proteção UV, que preservam os olhos de radiação ultravioleta, além da utilização de protetor solar com fator de proteção solar de, no mínimo, 30, que deve ser renovado com nova camada na pele a cada duas a três horas. Outras recomendações são evitar exposição ao sol das 9h às 15h, quando ocorre maior incidência dos raios solares, e se posicionar em lugares onde há sombra, quando estiver na rua.

 

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.