22 de setembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Mulher era mantida como escrava sexual de fazendeiro em MT
    ABSURDO E DESUMANO

    Mulher era mantida como escrava sexual de fazendeiro em MT

    Imagem: fd4c0b0c f0e6 463d b2ec b3c2270e5dab
    Vítimas eram obrigadas a fazer as necessidades fisiológicas em uma sacola – foto: divulgação/PM

    Casal mantido em situação desumanas, análogas à escravidão foi resgatado na última quarta-feira (4), em uma propriedade no Assentamento Brilhante, no município de Pontal do Araguaia (MT). A mulher era abusada sexualmente pelo marido da proprietária da fazenda. Mãe e filha foram presas por torturarem o casal.

    De acordo com a Polícia Militar, as vítimas de 48 e 49 anos relataram que trabalhavam em troca de moradia e resto de comida. A mulher contou que possui um benefício, no valor de um salário mínimo, que é retido pela proprietária da fazenda e nada é repassado a ela.

    O casal apanhava com facão e era ameaçado de morte. O homem contou que em um momento de fome extrema teriam matado uma galinha da propriedade para se alimentarem. Porém, ao serem descobertos, foram agredidos por um dos filhos da proprietária da fazenda.

    Conforme foi constatado pelos agentes do Cras, a situação de higiene do local onde as vítimas ficavam eram péssimas. Eles faziam necessidades fisiológicas em sacolas plásticas no mesmo local onde se alimentavam. Também não tinham calçados e nenhum material de higiene pessoal.

    A fazendeira tem 80 anos e negou as acusações. Ela relatou que encontrou as vítimas em situação de vulnerabilidade e levado-as ara trabalharem na fazenda. A suspeita afirmou que fazia o pagamento, oferecia alimentação e moradia.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS