26 de setembro de 2020
Mais
    Capa Notícias Mato Grosso Onça-pintada é morta a tiros em reserva particular no Pantanal de MT
    CRIME AMBIENTAL

    Onça-pintada é morta a tiros em reserva particular no Pantanal de MT

    Imagem: onça morta no pantanal
    Onça-pintada foi morta com tiro na cabeça em Barão de Melgaço – Foto: divulgação

    Uma onça-pintada fêmea foi morta com um tiro na cabeça dentro de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) que pertence ao Sesc Pantanal, no município de Barão de Melgaço (MT). O atirador não foi identificado até o momento. Em nota, o Sesc Pantanal repudiou o crime ambiental e informou já adotou as providências junto aos órgãos ambientais para que o caso seja investigado.

    O animal morto foi encontrado por guarda-parques no último sábado (21.12) dentro da RPPN Sesc Pantanal, que é a maior Reserva Particular do Patrimônio Natural do Brasil.

    “O Sesc Pantanal repudia toda e qualquer prática contra a natureza. Há mais de 20 anos a Reserva protege toda e qualquer forma de vida, desenvolve dezenas de projetos de pesquisa com entidades nacionais e internacionais e já obteve resultados extraordinários na conservação da fauna e flora pantaneiras”, diz o comunicado da empresa.

    Matar onça pintada é crime ambiental, cuja competência de investigação é da Polícia Federal (PF), conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), por se tratar animal silvestre em risco de extinção.

    “Não será tolerado, que nesse território, que é de conservação e em prol do bem comum, haja invasão de pessoas em atividades criminosas. Todos os esforços necessários estão dedicados a colaborar com as entidades ambientais e identificar os responsáveis pela morte da onça-pintada, na espera de recebam justas punições pelo ato cometido”, consta em outra parte da nota divulgada pelo Sesc Pantanal.

    A empresa afirma que continua combatendo a caça e qualquer outra atividade predatória e trabalhando para a proteção do Pantanal.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS