20 de setembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Servidora da Seduc enganava mulheres com falso remédio para emagrecer
    PRESA APÓS DENÚNCIAS

    Servidora da Seduc enganava mulheres com falso remédio para emagrecer

    Uma servidora pública da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) foi presa nesta sexta-feira (20), na Operação Delivery, deflagrada, em Nova Monte Verde (MT). A suspeita, que não teve o nome divulgado, vendia ilegalmente medicamentos para emagrecer que são proibidos pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa).

    Ela usava o sistema “delivery”, ou seja, entregava nos endereços das clientes. As investigações iniciaram para apurar diversas denúncias, de mulheres que não emagreciam com a medicação, sobre a venda ilegal de medicamentos emagrecedores.

    Imagem: ca611f62637ab7722732dec0ca1c882f
    Dinheiro e remédios apreendidos – Foto: divulgação/PJC

    Com base nas informações, os investigadores passaram a monitorar a residência da suspeita e com a ordem judicial de busca e apreensão domiciliar, apreenderam no endereço alguns frascos de substâncias proibidas.

    O delegado  Eugênio Rudy Junior, responsável pelas investigações, explicou que embora tenha sido apreendido apenas alguns frascos, há provas de que o comércio ilegal era intenso e foram apreendidas caixas com o endereço de onde vinham os medicamentos.

    “Havia um grupo criado no WhatsApp para o comércio dos medicamentos, no qual a venda dos produtos acontecia de forma livre”, disse o delegado alertando ainda sobre os cuidados que as pessoas devem ter com a saúde e que a medicação nunca é a primeira alternativa. “Não adianta medicação sem mudança de hábito e prática de atividade física”, destacou.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS