26 de setembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Travesti quebra carro de cliente que não pagou por programa incompleto
    PASSOU MAL DURANTE PROGRAMA

    Travesti quebra carro de cliente que não pagou por programa incompleto

    Imagem: eeb3a2a5 9c33 4ef8 90e6 aabff08b3e21
    Travesti afirmou que o homem se negou a pagar pelo programa sexual – Foto: Rafael Medeiros

    Travesti de 27 anos – que não teve o nome revelado pela Polícia Militar – foi presa, na madrugada desta quinta-feira (12), após quebrar parte do carro de um cliente, dentro de um motel, no bairro Jardim Potiguar, região conhecida como ‘Zero Km’, em Várzea Grande, reduto de prostituição e tráfico de drogas frequentado por mulheres e travestis.

    À Polícia Militar, a travesti afirmou que o homem se negou a pagar pelo programa sexual e por isso ela se revoltou e quebrou o carro dele. De acordo com o boletim de ocorrência nº B.O: 2019.370866, os policiais militares foram comunicados pela funcionária do motel, às 4h30, relatando que uma travesti estava gritando e quebrando o carro de um cliente.

    No local, o homem disse aos os PMs que o programa foi combinado um valor, mas a travesti começou a passar mal. Ele então se negou a pagar já que ela não terminou o serviço. A travesti ficou revoltada ao saber que não receberia. Ela pegou objetos do quarto e começou a quebrar o carro da vítima.

    Na Central de Flagrantes, os dois assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCE) por lesão corporal e, em seguida, foram liberados.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS