19 de setembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Esposa de traficante engana compradora de Biz e embolsa R$ 4,8 mil
    ANÚNCIO EM SITE DE VENDAS

    Esposa de traficante engana compradora de Biz e embolsa R$ 4,8 mil

    Imagem: Honda Biz
    Anúncio de venda de uma Honda Biz foi publicado pela golpista num site – Foto: divulgação

    Jaqueline Darli de Arruda, 47 anos, foi presa em Cuiabá na noite desta terça-feira (7) acusada por estelionato após aplicar um golpe com anúncio de que estaria vendendo uma Honda Biz num site bastante conhecido na internet, tanto pela infinidade de produtos anunciados por pessoas de todo Brasil, quanto pela grande quantidade de golpistas. A prisão foi efetuada no bairro Araés por uma equipe da Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam).

    Conforme as informações disponíveis no Boletim de Ocorrências nº 2020.6599, da Polícia Militar, Jaqueline confessou o crime. Ou seja, admitiu que embolsou R$ 4,8 mil da vítima que pediu para sua mãe fazer a transferência bancária confiando que receberia a motocicleta. A mulher ficou sem o dinheiro e sem o veículo que Jaqueline “colocou à venda”.

    Depois de presa, narra o documento policial, a suspeita afirmou que participa de golpes realizados através da empresa Global OLX juntamente com seu marido, o presidiário Anderson Souza Modesto, 36 anos, atualmente preso na Penitenciária Central do Estado (TCE) por tráfico de drogas e que também responde a processo por crime de receptação. Ela disse que um sobrinho dela também participa dos golpes.

    De acordo com o registro policial, a prisão foi possível em virtude do registro de atendimento integrado do estado de Goiás o qual relata que a suspeita recebeu em sua conta bancária do Banco do Brasil a quantia de R$ 4,8 mil depositado pela mãe da vítima do golpe. Jaqueline disse que ficou com R$ 1,8 mil e repassou outros R$ 3 mil para o sobrinho.

    Era por volta das 20h desta terça-feira quando uma equipe da Rotam fazia rondas nas proximidades da casa de Jaqueline, ocasião em que os militares viram a suspeita e fizeram a abordagem. Contra ela existe uma gravação do dia 2 deste mês, feita pelo circuito de segurança de uma agência do Banco do Brasil, do momento em que foi sacar o dinheiro acompanhada do sobrinho, também envolvido nos golpes.

    No dia da gravação, ela fez um saque de R$ 3 mil. Conforme o boletim de ocorrência, a criminosa confirma que nas imagens aparecem ela e o sobrinho. Ela foi conduzida para a Central de Flagrantes para a Polícia Civil assumir a ocorrência e proceder com o indiciamento.

    Jaqueline já tem passagem criminal pelo crime de estelionato, de acordo com o B.O da Rotam. O documento policial aponta ainda o marido dela e o sobrinho, mas somente Jaqueline foi presa por causa do golpe.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS