22 de setembro de 2020
Mais
    Capa Entretenimento Saúde e Bem-estar Luísa Sonza correu risco de perder dente ao abrir garrafa com a...
    SAÚDE

    Luísa Sonza correu risco de perder dente ao abrir garrafa com a boca

    Dentista alerta que brincadeira força indevidamente os dentes e pode ocasionar danos sérios, que nem sempre aparecem na hora

    Um vídeo publicado recentemente pela cantora Luísa Sonza deixou fãs aflitos. Na gravação, ela aparece abrindo uma garrafa de cerveja com os dentes.

    A prática pode trazer diversos prejuízos à saúde bucal. O risco maior é de fratura dentária, que pode causar a perda do dente, segundo a cirurgiã dentista Daniela Balthazar,  especialista em implantodontia pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

    De acordo com ela, a fratura pode acontecer na coroa (parte visível do dente) ou na raiz. Na primeira situação, o dente pode ser restaurado.

    “Só se for uma fratura muito grande é necessário colocar um dente artificial”, pondera.

    Entretanto, se o dente quebra na raiz, a maioria dos casos exige a extração.

    “Casos em que é possível fazer a restauração são raros. No geral, a pessoa perde o dente. Se tem [tratamento de] canal, a chance de fratura de raiz é maior”, afirma a dentista.

    Ela explica que a perda acontece pela necrose da polpa dentária – a estrutura interna. “O dente é uma estrutura viva com vasos sanguíneos e nervos, isso pode ser rompido ao fazer força para abrir a garrafa, o que leva à sua morte”.

    Pré-molar é o dente mais perdido

    O dente que os indivíduos mais fraturam ao abrir garrafas com a boca é o pré-molar – que fica localizado antes dos caninos. “Normalmente, ele quebra ou trinca no meio”, observa a dentista.

    Muitas vezes, não se percebe que isso aconteceu. “O dente trinca, mas nenhum fragmento se solta. Depois de meses, o dente pode escurecer, a pessoa começa a sentir dor e tem que extrair”, explica.

    “Ou então, ela está comendo um pão, o dente cai e parece que foi repentinamente, mas é porque já estava trincado”, exemplifica.

    Outra consequência que pode passar despercebida é um pequeno deslocamento. “O dente não foi feito para suportar essa sobrecarga, então o alvéolo, que é a estrutura óssea se desloca”, esclarece. “Isso também pode levar à perda do dente”, completa.

    Infecções são complicações possíveis, mas menos comuns. Segundo a dentista, “qualquer pequeno corte pode infeccionar e afetar tecidos moles, como gengivas e bochechas”. Isso acontece porque a boca tem bactérias naturais e a lesão causa um desequilíbrio nesse conjunto de micro-organismos.

    É necessário ir ao dentista imediatamente

    Em casos de perda do dente, a recomendação é procurar o dentista imediatamente. É possível fazer um implante para substituir o dente perdido ou restaurações diretas, que acontecem na hora, e indiretas, por meio de próteses.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS