19 de setembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Policial é afastado das funções após ameaçar se matar em consultório
    crise de estresse

    Policial é afastado das funções após ameaçar se matar em consultório

    Imagem: militar em surto
    Diversas viaturas e policiais foram mobilizados por causa da situação em Cuiabá – Foto: divulgação

    Um soldado de 35 anos foi afastado de suas funções da Polícia Militar nesta segunda-feira (13), após sofrer uma crise de estresse e, armado, tentar atirar na própria cabeça. O fato foi registrado na porta de uma unidade de saúde, na rua Barão de Melgaço, em Cuiabá (MT). Depois de um certo tempo de negociação, ele foi convencido pelos próprios colegas de farda a devolver o revólver e aceitou acompanhamento médico.

    Segundo informações da Polícia Militar, o soldado da Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) não estava passando bem quando procurou o Pronto Atendimento (PA). Durante o atendimento na recepção, o militar teve um colapso de estresse e com a própria arma de fogo ameaçou tirar sua vida.

    Equipes do Batalhão Rotam e da Diretoria de Saúde da PM estiveram no local e convenceram o militar a devolver o revólver. Ele, segundo a família, sofre com depressão. “O policial tem a síndrome de super-homem e é cobrado da mesma maneira”, comentou o coronel Wankley Rodrigues, do Comando Regional de Cuiabá.

    Procurada pelo PORTAL AGORA MATO GROSSO, a Diretoria de Saúde da PM informou em nota que o policial foi afastado das funções e que passará a ser acompanhado por uma equipe especializada de saúde da Polícia Militar.

    Imagem: Sem título
    Militar teve um colapso de estresse e com a própria arma de fogo ameaçou se matar – Foto: TV Vila Real/Cuiabá

    Também em nota, a Unimed Cuiabá esclarece, que a equipe treinada para emergências psiquiátricas tomou todas as providências necessárias e acionou a Polícia Militar no imediato. O paciente se encontra medicado, estável e encaminhado para tratamento especializado.

    Veja na íntegra:

    Nota da Unimed Cuiabá

    Em relação ao fato ocorrido na manhã de hoje, (13) nas dependências do Pronto Atendimento da Unimed Cuiabá, esclarecemos que a ocorrência envolveu um paciente em surto psiquiátrico que tentou o suicídio com arma de fogo.

    A equipe treinada para emergências psiquiátricas tomou todas as providências necessárias e acionou a Polícia Militar que, rapidamente, controlou a situação.

    O paciente se encontra medicado, estável e encaminhado para tratamento especializado.

    Nota da Polícia Militar

    A Polícia Militar por meio da Diretoria de Saúde informa que a ocorrência de tentativa de suicídio envolve um soldado da policial militar de 35 anos e já foi encerrada. O militar não estava passando bem quando procurou a unidade de pronto atendimento de um hospital privado na Rua Barão de Melgaço na manhã de segunda – feira (13), em Cuiabá.

    Durante o atendimento na recepção do PA, o homem teve um colapso de estresse e com a própria arma de fogo ameaçou tirar sua vida. Equipes do Batalhão Rotam e da Diretoria de Saúde da PM estiveram no local e o policial recebeu atendimento médico e está em observação na unidade de saúde.

    A Diretoria de Saúde da PM informa ainda que o policial foi afastado das funções e que a partir da data de hoje passará a ser acompanhado por uma equipe especializada de saúde da Policia Militar.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS