Agora MT Política Base Aérea de Anápolis está pronta para receber repatriados
POLÍTICA

Base Aérea de Anápolis está pronta para receber repatriados

Da redação com Agência Brasil

Reuters/Adriano Machado/Direitos Reservados

Instalações onde ficarão brasileiros vindos de Wuhan, na China

 

A Base Aérea de Anápolis, em Goiás, está pronta para receber os brasileiros repatriados da China. Uma comitiva formada pelos ministros da Defesa, Fernando Azevedo, e da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, além do governador do estado, Ronaldo Caiado, e o prefeito da cidade, Roberto Naves, visitou, na tarde hoje (7), as instalações que vão receber os 34 brasileiros e familiares resgatados de Wuhan, na China, cidade que é o epicentro do surto mundial do coronavirus. Os repatriados deverão permanecer em quarentena por 18 dias, no hotel de trânsito da Força Aérea, que foi especialmente preparado para essa operação.

“[A previsão é que] na madrugada de sábado para domingo, em torno de meia-noite, 1 hora, eles estejam pousando em Anápolis. As providências foram todas tomadas – eu acho que nós presenciamos isso aqui hoje, vimos que o pessoal andou muito rápido e a impressão é ótima, altamente positiva”, afirmou o ministro Fernando Azevedo, ao destacar vistoria na base aérea.

No início da noite desta sexta-feira, as duas aeronaves decolaram de Wuhan, na China, com os 34 resgatados a bordo. Haverá quatro escalas técnicas de reabastecimento: em Ürumqi, na China, Varsóvia, na Polônia, Las Palmas, na Espanha, e já no Brasil, em Fortaleza. Em Varsóvia, devem desembarcar quatro cidadãos poloneses, um indiano e uma chinesa. Ontem (6), o presidente Jair Bolsonaro autorizou a carona para cidadãos de outros países amigos que a solicitassem.

A TV Brasil tuitou sobre o processo de remoção dos brasileiros da China.

Os cidadãos resgatados que vierem para o Brasil ficarão em apartamentos individuais ou, no caso dos que são pais ou mães de crianças menores, poderão ficar no mesmo quarto. O grupo inclui crianças de 2 e 3 anos e outras de 7 a 12 anos. As visitas estão proibidas.

Todo o perímetro da área reservada aos repatriados tem 900 metros quadrados. Eles terão atendimento médico e odontológico gratuito e vão receber seis refeições diárias. O esquema será semelhante ao de um hotel, com serviço de quarto 24 horas e monitoramento permanente. Também foi instalada brinquedoteca para o entretenimento das crianças que fazem parte do grupo. Até mesmo uma sala de cinema foi montada e servirá ainda como auditório coletivo, na área externa do hotel. O uso de internet também está liberado, por meio de um rede wifi. Fora dos apartamentos, o uso de máscara de proteção será obrigatório, para evitar contaminação.

O prefeito de Anápolis procurou tranquilizar a população da cidade afastando qualquer risco de contaminação. “A população anapolina pode ficar tranquila. Tudo que nós falamos naquela coletiva de imprensa, de que essas pessoas ficarão isoladas, ficarão em quarentena, as pessoas que tiverem contato também estarão em quarentena. Existe toda uma estrutura montada, preocupação no que diz respeito até com as roupas que essas pessoas trarão”, disse Roberto Naves.

Além dos 34 repatriados, 24 pessoas que participaram da operação, entre médicos, militares e equipe de comunicação, incluindo um cinegrafista da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), ficarão em quarentena.

Laboratório em Goiás
Também foi anunciado, durante a visita, que o estado de Goiás terá o quarto laboratório do país com capacidade para fazer exames de detecção do coronavírus. A estruturação e os equipamentos já começaram a ser instalados no laboratório central de Goiás, segundo informou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

“Foi determinado e iniciou-se hoje a estruturação. O quarto laboratório será o laboratório central aqui de Goiás, com equipamentos completos, que fica já como um primeiro legado, que é aumentar capacidade laboratorial para um nível de excelência do laboratório central aqui do estado de Goiás”, afirmou.

Com as adequações, o Laboratório Central de Goiás se somará ao nível de excelência da Fundação Osvaldo Cruz, no Rio de Janeiro, do Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, e do Instituto Evandro Chagas, no Pará.

Relacionadas

Congresso mantém decisão de Bolsonaro, e fake news eleitorais não serão criminalizadas

O Congresso Nacional decidiu nesta terça-feira (28) manter os vetos do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) a trechos da Lei de Segurança Nacional, incluindo veto...

A construção civil gera bons empregos e ajuda a cidade a se desenvolver, diz Paulo José

Um dos setores da economia local que mais gera empregos e renda na cidade, a construção civil de Rondonópolis segue à todo vapor e...

Líder do prefeito afirma que terceiro chamamento do concurso da educação será feito em breve

O líder do prefeito na Câmara Municipal, vereador Reginaldo Santos (PSB), disse durante a sessão desta quarta-feira (22) que o terceiro chamamento do concurso...

Paulo José propõe a construção de condomínio para idosos

O pré-candidato a prefeito Paulo José Correia (PSB) defendeu a criação de um condomínio exclusivo para abrigar pessoas da terceira idade. A ideia foi...

Thiago cobra atendimento a servidores do plano MT Saúde de Rondonópolis

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) ao receber denúncias de servidores públicos pela falta de cobertura assistencial do plano de saúde do Instituto Mato...

Estadualização de rodovia que liga Rondonópolis ao Distrito de Campo Limpo é aprovada

O Projeto de lei nº 1438/2023 de autoria do deputado estadual Cláudio Ferreira (PL), pré-candidato à Prefeitura de Rondonópolis, que prevê a estadualização da...

Lula diz que tendência é vetar proposta que acaba com isenção de importações de até US$ 50

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quinta-feira (23) que a tendência é de que ele vete uma proposta em análise pelo...

Por unanimidade, TSE absolve Moro e não cassa mandato do senador

De forma unânime, os sete ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiram absolver e não cassar o mandato do senador Sergio Moro (União Brasil-PR)....

Plenário multa em R$ 30 mil parlamentares por propaganda eleitoral negativa contra Lula

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aplicou multa de R$ 30 mil aos deputados federais Carla Zambelli (PL-SP) e Gustavo Gayer (PL-GO) e...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas