30 de julho de 2021
Mais
    Capa Notícias Mato Grosso Bombeiros atenderam a 1 mil chamados só em Cuiabá e Várzea Grande
    EM JUNHO

    Bombeiros atenderam a 1 mil chamados só em Cuiabá e Várzea Grande

    Pedro Couto/AGORA MT

    Incêndio Cuiabá.jpeg

     

    Equipes do Corpo de Bombeiros atenderam ao longo do mês de junho exatas mil ocorrências relacionadas a queimadas urbanas só em Cuiabá e Várzea Grande. Fato que preocupa o comando da corporação, porque junho marca apenas o início de período de estiagem na região, que segue até outubro. A quantidade de atendimentos feitos no mês é próxima da soma das ocorrências atendidas de janeiro a maio deste ano.

    A Prefeitura de Várzea Grande ainda estuda uma parceria com os bombeiros para a formação de brigadistas para atuarem no combate aos focos de calor na cidade. Já a o município de Cuiabá está com uma equipe a disposição dos chamados para o auxílio dos trabalhos com brigadistas e um veículo tanque.

    O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, já demonstrou preocupação com o período de estiagem no estado porque potencializa problemas respiratórios. “A umidade do ar está baixa devido à estiagem. E com a fumaça os casos de problemas respiratórios aumentam e nossas unidades de saúde já enfrentam problemas devido a pandemia da Covid-19”, enfatizou o secretário.

    As queimadas urbanas são proibidas e os proprietários de lotes ou áreas abertas podem ser multados.

    Na noite desta terça-feira (14) um incêndio atingiu uma área com mato seco ao lado da estrada da Guarita, em Várzea Grande. A região conta com vários condomínios e além da fumaça os moradores ficaram preocupados que as chamas causassem prejuízos.

    “Poderia ter atingido a rede elétrica, ou até mesmo a garagem. Ficamos muito preocupados”, contou Patrícia Silva, que fez um vídeo alertando os vizinhos a “fecharem as janelas”.