01 de agosto de 2021
Mais
    Capa Variedades Saiba como se prevenir das caspas no inverno
    ÉPOCA PROPÍCIA

    Saiba como se prevenir das caspas no inverno

    Dermatite seborreica, também conhecida como caspa, atinge metade da população mundial. Assim, ela pode ser genética ou causada pela oleosidade da pele,alergia, medicamentos ou doenças como HIV e diabetes. Além disso, é no inverno que ela se torna mais comum.
    No inverno, o hábito de tomar banhos mais quentes e lavar os cabelos com menor frequência auxilia na aparição da caspa. Afinal, esses hábitos favorecem o surgimento de fungos e a oleosidade da pele. Assim, existem práticas caseiras que podem evitar o problema ou tratá-lo.

    Dicas:

    Lavar os cabelos

    No inverno temos o costume de tomar banhos mais quentes. Contudo, a água quente prejudica muito a saúde do couro cabeludo, pois aumenta a oleosidade e favorece o surgimento de bactérias e fungos. Tendo como resultado a descamação. Aliás, é importante lavar frequentemente os fios para que a oleosidade não se acumule.

    Ademais, o ideal é lavar os fios no mínimo 3 vezes na semana. Se possível, uma vez por semana usar xampus à base de ativos como cetoconazol, ciclopirox olamina, óleo da árvore do chá, piritionato de zinco e ácido salicílico.

    Tome sol

    Com o distanciamento social, estamos passando mais tempo dentro de casa. Ou seja, menos tempo ao ar livre. Portanto, é essencial separar um tempo do dia para tomar sol. Além disso, são os raios ultravioletas que ajudam a combater a dermatite seborreica.

    Limpeza

    Existem muitas receitas caseiras que prometem combater a caspa. Entretanto, o ideal é manter o couro cabeludo sempre limpo. Assim, aposte em usar máscaras de argilas com óleos essenciais. Lembre que a argila não pode secar. Também, faça esfoliações semanais, pode ser com mel e açúcar ou com shampoos com efeito peeling.

    Além disso, vale lembrar que não são só os hábitos de inverno que favorecem a caspa. O excesso de oleosidade da pele, o uso de substâncias que causam danos ao couro cabeludo, o uso de cosméticos que aumentam a oleosidade, o estresse, doenças como o HIV, diabetes e Parkinson. Aliás, o uso de hormônios masculinos pode favorecer a caspa, já que ativam a produção de óleo pela glândula sebácea.