24 de novembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Luizão diz que fará gestão com planejamento e transparência
    SUCESSÃO MUNICIPAL

    Luizão diz que fará gestão com planejamento e transparência

    Ele tem como vice a empresária Marchiane Fritzen, que pretende ter papel de destaque na administração

    Imagem: Marchiane p Luizão diz que fará gestão com planejamento e transparência
    “Eu decidi entrar para a política porque sempre me indignei com a política e não fazia nada”, afirmou a candidata a vice Marchiane Fritzen – Foto Denilson Paredes/AgoraMT

    O empresário Luiz Fernando de Carvalho, o Luizão, candidato a prefeito da coligação “Chegou a Hora de Mudar” (Republicanos, PSL e PSDB), diz que se eleito, priorizará o planejamento estratégico e a transparência na sua gestão. Estreante na política como candidato, ele critica as obras eleitoreiras e diz que levará sua experiência como empresário para dentro da prefeitura.
    Muito conhecido e ativo na política de bastidores, o agora candidato conta que deixou sua “zona de conforto” para se arriscar como candidato como forma de dar sua contribuição para o desenvolvimento da cidade. “Eu sempre falei mal dos políticos, e isso de nada adiantou. Não mudou nada. Por isso, eu resolvi sair da indignação e partir para a ação, colocando meu nome como pré-candidato e agora a prefeito. Para que nós possamos ter um grande projeto de desenvolvimento da nossa cidade, do tamanho do potencial da nossa querida Rondonópolis”, disparou.
    Como diferencial, ele propõe uma administração pautada no planejamento e na transparência. “Está na hora de eu devolver com trabalho o prestígio recebido como empresário pela população. Iremos fazer uma gestão honesta, com muita transparência e planejamento, acima de qualquer coisa. Nossa cidade está totalmente desorganizada. Planejamento não é perda de tempo, porque tudo o que você planeja, quando você traça um caminho, você sabe por onde seguir. Só erra quem faz alguma coisa, mas se ouvirmos, se dialogarmos com as pessoas capacitadas, compartilhar ideias, como sempre fizemos nas nossas empresas, a chance de erro é menor”, defendeu.
    Sobre as conhecidas obras eleitoreiras, aquelas que ficam paradas aguardando o ano eleitoral para serem iniciadas, Luizão diz que pretende fazer diferente e investir o dinheiro público nos quatro anos de mandato. “O trabalho nosso não será no último ano e nem nos últimos meses, será desde o primeiro dia até o último dia gestão nós vamos estar trabalhando. Essa é nossa proposta de trabalho”, concluiu.
    Candidata a vice na chapa, a também empresária Marchiane Fritzen, diz entender que tem aumentado a participação feminina na política e que também decidiu se arriscar como candidata para transformar sua indignação em ação. “As mulheres vêm ganhando o seu espaço aos poucos. Antigamente não víamos mulheres pastoras, carreteiras, pedreiras, e hoje temos mulheres trabalhando nessas áreas que até então eram tidas como específicas para homens. Na política não é diferente, a mulher está ganhando cada vez mais o seu espaço. Eu decidi entrar para a política porque sempre me indignei com a política e não fazia nada. Enquanto a gente não muda as nossas atitudes, nada muda”, afirmou.
    Sobre seu papel na administração, ela diz que não será uma vice meramente decorativa e que pretende ter uma participação ativa na gestão. “Quando fui convidada a ser vice pelo Luizão, ele já conhecia a minha personalidade e sabia que eu não seria uma vice decorativa, porque todo mundo tem o hábito de dizer que o vice não faz nada. Mas ele precisa de uma pessoa não só para a campanha, que vai ser muito dura, mas principalmente depois, para mudar a prefeitura. Ele precisava de alguém a sensibilidade e a intuição, que só a mulher tem, e de uma pessoa que fosse capaz de ajudá-lo realmente, e é isso que me proponho”, finalizou.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS