19 de setembro de 2020
Mais
    Capa Notícias Manchete Operação apura desvio na Secretaria de Educação de Cuiabá
    2ª FASE DA OVERLAP

    Operação apura desvio na Secretaria de Educação de Cuiabá

    Também foi determinado pela Justiça o afastamento cautelar do procurador-geral da função pública pelo prazo de 180 dias

    A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (DECCOR) e Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO), em conjunto com o Gaeco do Ministério Público Estadual,deflagrou nesta quinta-feira (03) a segunda fase da Operação Overlap.

    São cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, todos ligados ao procurador-geral do Município. Na Prefeitura de Cuiabá, o foco é o gabinete da procuradoria-geral. Também foi determinado pela Justiça o afastamento cautelar do procurador-geral da função pública pelo prazo de 180 dias.

    Imagem: gaeco Operação apura desvio na Secretaria de Educação de Cuiabá
    Operação da Polícia Civil e Gaeco em Cuiabá. Foto: PJC

    As ordens judiciais foram deferidas pela juíza Ana Cristina Silva Mendes, da 7ª Vara Criminal da Capital.

    A operação apura desvios ocorridos na Secretaria de Educação de Cuiabá. As diligências realizadas nesta quinta-feira são o desdobramento das análises das primeiras buscas e de denúncia apresentada, após a primeira fase da operação realizada em junho deste ano.

    Participam da operação dois membros do Gaeco, seis delegados da Polícia Civil e 20 policiais das unidades envolvidas.

    O nome Overlap indica a sobreposição de itens licitados, pois as investigações apontaram duplicidade nas licitações identificadas, fazendo com que o município pagasse duas vezes pelo mesmo serviço.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS