28 de outubro de 2020
Mais
    Capa Notícias Mundo Presidente interina da Bolívia, abandona disputa presidencial
    RECUOU

    Presidente interina da Bolívia, abandona disputa presidencial

    A então candidata aparecia em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de votos, atrás do candidato indicado por Evo Morales e do ex-presidente Carlos Mesa

    Imagem: Presidente da Bolivia Presidente interina da Bolívia, abandona disputa presidencial
    Reprodução

    A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, anunciou nesta quinta-feira (17) que deixará a disputa presidencial. A decisão foi tomada um dia depois da divulgação da pesquisa Tu Voto Cuenta mostrar que Luis Acre, ex-ministro da Economia de Evo Morales, ganharia a disputa no primeiro turno.

    Em um pronunciamento gravado, Áñez disse que tomou a decisão de retirar sua candidatura para as eleições de 18 de outubro “pelo bem maior” e para evitar que os votos de oposição ao partido de Morales, Movimento para o Socialismo (MAS), fiquem dispersos em candidaturas diversas.

    A atual presidente boliviana anunciou sua candidatura ainda em janeiro deste ano, ao lado do vice Samuel Doria Medina pela coligação Juntos, que agregava os partidos Democratas e Unidade Nacional com outras organizações locais.

    Uma pesquisa divulgada na quarta mostrou Añez quase 30 pontos percentuais atrás do primeiro candidato. Segundo a pesquisa, Luis Acre teria 40,3% dos votos, contra 26,2% do ex-presidente Carlos Mesa e 10,6% de Jeanine Añez.

    Para evitar um segundo turno, o vencedor do pleito precisa de pelo menos 40% dos votos válidos no primeiro, e de uma vantagem de pelo menos 10 pontos para o segundo colocado.

    Se a disputa precisar de um segundo turno, Mesa pode vencer caso consiga convencer apoiadores dos outros candidatos a apoiá-lo, segundo analistas.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS