24 de outubro de 2020
Mais
    Capa Notícias Brasil Bolsonaro vira atendente da Caixa para realizar auxílio emergencial
    BRASIL

    Bolsonaro vira atendente da Caixa para realizar auxílio emergencial

    Bolsonaro conversou rapidamente com um senhor, que foi com a esposa ao local, mas não deu entrevista ou fez qualquer pronunciamento

    Imagem: Bolsonaro atendente de Bolsonaro vira atendente da Caixa para realizar auxílio emergencial
    Reprodução

    Alguns frequentadores da Ilha de Marajó, no Pará, tiveram tratamento vip nesta sexta-feira (9) em uma agência da Caixa Econômica Federal. Foram atendidos pelo presidente do banco, Pedro Guimarães, e pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. E se aqueles dois não pudessem resolver seus problemas, ninguém mais poderia.

    O banco, na verdade, é uma agência-barco da Caixa, que presta serviços bancários normais aos ribeirinhos que não têm acesso fácil a postos físicos.

    Bolsonaro conversou rapidamente com um senhor, que foi com a esposa ao local, mas não deu entrevista ou fez qualquer pronunciamento.

    O presidente afirmou em seu Twitter que fez o primeiro atendimento de auxílio emergencial na agência-barco da Caixa.

    A Caixa possui duas agências-barco como essa. A da Ilha de Marajó e outra que navega pelo Rio Amazonas..

    Antes de existir essa opção aos moradores da ilha e de outros municípios paraenses, parte da população precisava se deslocar até 200 quilômetros para ter acesso a esses serviços.

    Agência-barco navega 30 dias sem reabastecer

    Agência-barco navega 30 dias sem reabastecer

    A agência-barco da Ilha de Marajó fica atracada no porto de Breves (PA), onde esteve Bolsonaro, possui três andares e mais de 37 metros de comprimento. Conta com seis guichês e atende em média 300 pessoas por dia.

    De acordo com a Caixa, os navios podem navegar 30 dias sem precisar de novo abastecimento e têm suas próprias estações de tratamento de esgoto, devolvendo ao rio apenas água tratada.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS