02 de dezembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Caravana da Transformação tira Taques da disputa ao Senado
    ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

    Caravana da Transformação tira Taques da disputa ao Senado

    O ex-governador teve indeferido seu pedido de registro de candidatura com base na Lei da Ficha Limpa

    O candidato ao Senado Pedro Taques, do Solidariedade, teve o seu pedido de candidatura rejeitado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O entendimento do TRE foi de Taques estaria impedido de disputar o pleito suplementar por conta de uma condenação por conduta vedada ao gestor público e o indeferimento da candidatura foi aprovada por sete votos a zero.

    A condenação de Taques é referente ao uso eleitoral da Caravana da Transformação, realizada entre 2016 e 2018, tendo realizado milhares de procedimentos médicos em grandes carretas frigoríficas que percorreram todas as regiões do estado. Ele chegou a apelar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para suspender os efeitos da sua condenação, mas seu pedido foi negado e ele acabou sendo enquadrado na lei da Ficha Limpa, que veda candidaturas de pessoas condenadas por órgão colegiado da Justiça.

    A mesma decisão também cassou a candidatura de Elza Queiroz e Fausto Freitas, candidatos a suplentes na chapa de Taques. Por conta da Caravana da Transformação, Taques foi condenado pela prática de conduta vedada e também ao pagamento de R$ 50 mil em multa, que ele parcelou.

    Pedro Taques convocou a imprensa e deverá fazer um pronunciamento sobre a situação ainda na tarde hoje (26).

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS