30 de outubro de 2020
Mais
    Capa Destaques Com presença de cerca de 300 apoiadores, Janaina Riva pede votos para...
    SUCESSÃO NA CAPITAL

    Com presença de cerca de 300 apoiadores, Janaina Riva pede votos para França e Fávaro

    A deputada pediu a reunião para que pudesse externar em público o seu apoio aos seus candidatos à prefeitura e à Câmara de Cuiabá, assim como ao Senado

    Em uma noite que reuniu em Cuiabá, no comitê do candidato a vereador Luluca Ribeiro (MDB), cerca de 300 amigos e apoiadores da deputada estadual Janaina Riva (MDB), a parlamentar externou pela primeira vez o seu apoio público em uma reunião política aos candidatos que apoiará neste pleito em Cuiabá. São eles o candidato a vereador Luluca Ribeiro (MDB), a prefeito Roberto França (Patriota) e ao Senado Federal, Carlos Fávaro (PSD).

    “Como sabem eu não tenho participado de eventos com grande número de pessoas por que estou com um bebê em casa de pouco mais de um mês, amamentando e ainda estamos em meio à uma pandemia. Mas eu pedi para reuni-los aqui em pleno feriado para poder olhar nos olhos de vocês, dizer os motivos pelos quais escolhi apoiar esses candidatos e porque gostaria de contar com cada um de vocês, que confiam em mim e gostam do meu trabalho, para que sejam propagadores de ideais e me ajudem a pedir voto para o Luluca Ribeiro, o Carlos Fávaro e o Roberto França”, disse a deputada.

    Segundo Janaina, ter um vereador parceiro na Câmara Municipal de Cuiabá, fará toda a diferença para um trabalho conjunto por Cuiabá. “Um grupo político é construído com várias lideranças e quando você procura um líder para apoiar, precisa de alguém que você confie. Precisamos eleger alguém que assim como eu, goste de gente, se preocupe com as pessoas e não vai deixar ninguém para trás ou sem suporte. O Luluca tem a política no sangue, é sobrinho de uma das maiores referências que o Brasil já teve na política, que é Dante de Oliveira, o autor das Diretas Já e que foi minha grande inspiração de vida pública, que fez muito por Mato Grosso e pelo Brasil. A família do Luluca tem história na política, a minha família também tem, mas a gente precisa se reinventar em cima dos erros que foram cometidos no passado pelos nossos. Nós, as novas lideranças, temos a obrigação de sermos melhores que eles. E é por isso que eu espero e confio que o Luluca na Câmara Municipal vai fazer essa diferença”, disse.

    De acordo com a parlamentar, a escolha de apoio ao senador Carlos Fávaro, se deve também ao comprometimento dele com as pessoas. “O Fávaro nesse pouco tempo que assumiu a vaga no senado tem feito um trabalho brilhante na defesa dos interesses de Mato Grosso e na busca de mais recursos. Eu vejo uma proposta do senador Carlos Fávaro que a é a Ferrovia da Rumo passar aqui em Cuiabá, mas precisamos e vereador pra i lá defender e brigar por essa causa. Dia desses participei de uma reunião para tratar exatamente dessa ferrovia e não tinha um vereador de Cuiabá. Como é aceitável isso com a falta de emprego que temos aqui na baixada, não ter ninguém para defender que a Ferrovia passe por aqui? Por isso o nosso voto de senador, prefeito e vereador precisa estar alinhado”, explicou.

    O apoio ao Roberto França

    Ao final da sua fala, a parlamentar explicou às pessoas presentes por que decidiu apoiar a candidatura de Roberto França à Prefeitura de Cuiabá. “Eu sei que muita gente estava aguardando eu me manifestar e eu precisava dar essa explicação a vocês que confiam no meu trabalho. Na primeira campanha do Emanuel a prefeito, eu calcei os meus tênis e fui em todas as reuniões e arrastões de Cuiabá. Não tinha ninguém para andar com a gente. Trabalhamos contra todo o governo. Na Assembleia éramos três (Eu, Emanuel e Zeca Viana) contra toda a base governista. Depois não houve reciprocidade, não houve respeito. Só dou respeito para quem também me respeita. Se não me respeita, não conte com o meu respeito. Acredito que um prefeito precisa de governabilidade, de se relacionar bem com a Câmara de Vereadores e ter tranquilidade para trabalhar. Hoje, não vemos isso em Cuiabá, infelizmente, e por isso decidi pelo apoio ao Roberto”, reforça.

    Janaina revela que conversou com o Roberto França e que ele se comprometeu com ela a dar todo o suporte aos servidores públicos e a zelar pelos direitos deles. “Roberto teve o problema com o funcionalismo público. Na minha opinião, foi o maior erro dele em toda a gestão. Foi onde deixou a desejar. Mas, em compensação, das 6 folhas que recebeu atrasadas, entregou com duas, numa Cuiabá que não tinha o orçamento de hoje, de R$ 2,5 bilhões. Ele fez esse compromisso comigo, de buscar devolver aquilo que não foi feito aos servidores de Cuiabá. Foi o único compromisso que pedi a ele. Precisamos pedir voto e apoio ao Roberto França. Levar o que ele fez, as obras no social, desde o Siminina, e o Bom do Bola, Bom de Escola. Tem muita gente desacreditada com a política e a gente precisa mudar isso. Eu tenho três filhos cuiabanos e me sinto ‘gente daqui’ e eu quero ter representatividade na Prefeitura, na Câmara Municipal”, finalizou.

    Participaram do evento ainda, o ex-deputado Eduardo Moura, a candidata a suplente do senador Carlos Fávaro, Margareth Buzetti e o empresário Diógenes Fagundes, filho do senador Wellington Fagundes.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS