02 de dezembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Morre piloto de helicóptero que caiu no Pantanal durante combate a queimadas
    LUTO

    Morre piloto de helicóptero que caiu no Pantanal durante combate a queimadas

    Renato pilotava o helicóptero da Força Nacional que caiu no Mato Grosso, no dia 8 de outubro, enquanto atuava no combate aos incêndios no Pantanal

    Imagem: Piloto de helicoptero Morre piloto de helicóptero que caiu no Pantanal durante combate a queimadas
    Reprodução

    O piloto do helicóptero que integrava o trabalho de combate a queimadas na região do Pantanal que caiu no dia 8 de outubro  morreu nesta terça-feira (27), segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

    Renato de Oliveira Souza havia recebido alta médica na quarta-feira (21). De Mato Grosso, o comandante foi transferido em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea para a cidade do Rio de Janeiro, onde continuaria o tratamento, em casa.

    Segundo uma nota da Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso, o piloto teve um “quadro de falta de ar súbito, foi socorrido por uma ambulância, mas não resistiu”. De acordo com a família de Renato, há suspeita de tromboembolismo pulmonar, que é o bloqueio de artérias por coágulo sanguíneo.

    Ele havia entrado na Força Nacional de Segurança Pública em maio de 2016.

    Em nota, o Ministério da Justiça e Segurança Pública lamentou a morte e agradeceu Renato pelo profissionalismo e pela dedicação ao país.

    Veja a íntegra do comunicado divulgado pelo governo.

    Com profundo pesar, o Ministério da Justiça e Segurança Pública informa o falecimento, na madrugada desta terça-feira (27), do policial Renato de Oliveira Souza, integrante da Força Nacional de Segurança Pública.

    Renato pilotava o helicóptero da Força Nacional que caiu no Mato Grosso, no dia 8 de outubro, enquanto atuava no combate aos incêndios no Pantanal. Ele passou por cirurgia na coluna e, após receber alta, seguiu para o Rio de Janeiro, onde se encontrava em processo de recuperação.

    Agente Especial da Polícia Civil do Distrito Federal, Renato Oliveira Souza ingressou na Força Nacional de Segurança Pública em maio de 2016, na Seção de Aviação, onde era o comandante.

    Atuou em vários estados, comandando a aeronave Nacional 01. Entre as inúmeras operações que atuou na Força Nacional, destaque para as Olimpíadas Rio 2016 e Brumadinho (MG).

    A última atuação pela Força Nacional foi na Operação Pantanal II, no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

    O Ministério da Justiça e Segurança Pública reconhece e agradece ao policial Renato de Oliveira Souza por seu profissionalismo e dedicação pelo País. Aos familiares e amigos, manifestamos nosso sentimento de solidariedade.

     

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS