02 de agosto de 2021
Mais
    Capa Notícias Mato Grosso MP propõe ação contra candidatos que descumpriram acordo
    EM MATO GROSSO

    MP propõe ação contra candidatos que descumpriram acordo

    Em São José Rio Claro, o Ministério Público Eleitoral ingressou com ação de execução em título extrajudicial contra dois candidatos, requerendo a aplicação de multa no valor de R$ 30 mil a cada um. O motivo foi o descumprimento de acordo extrajudicial firmado com a instituição em relação à vedação da distribuição de materiais gráficos durante a campanha. Foram acionados os candidatos a prefeito Levi Ribeiro, da coligação “Juntos Podemos Mudar São José”, e Jean Kerkhoff, da coligação “Amor por São José”.

    Segundo o promotor eleitoral, Luiz Eduardo Martins Jacob Filho, no referido acordo ficou estabelecido que durante a campanha não haveria distribuição de materiais gráficos como “santinhos”, adesivos, cartazes, cartilhas, panfletos, revista e congêneres. Na ocasião, ficou acertado ainda que somente seria autorizada a distribuição de “colinha”, desde que liberada pelo Decreto Municipal que trata das normas de contenção à propagação da Covid-19 e, mesmo assim, não poderia ser superior ao tamanho de um cartão de visita e nem conter imagem.

    Ao contrário do que foi acordado, conforme o promotor eleitoral, em 14 de outubro deste ano o candidato Levi Ribeiro e seu vice receberam a visita de um deputado federal e promoveram uma live com a distribuição de “praguinhas” entre os presentes, inclusive para eleitores. Publicações nas redes sociais demonstram que o candidato Jean Kerkhoff também tem descumprido o acordo e distribuído adesivos a eleitores e cabos eleitorais.

    Na ação, o MPE requer que, caso não seja realizado o pagamento da multa dentro do prazo estabelecido, a justiça determine a “penhora em dinheiro, em espécie ou em depósito, ou aplicação em instituição financeira”. Além disso, se necessário, para garantir a execução, os cartórios de registro de imóveis dos municípios de São José do Rio Claro, Sorriso, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Campo Novo do Parecis deverão ser oficiados para o fim de averbação.