02 de dezembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Presidente da Câmara analisa que não houve prejuízo com sessões virtuais
    RETORNO

    Presidente da Câmara analisa que não houve prejuízo com sessões virtuais

    Cláudio da Farmácia disse que os trabalhos parlamentares seguiram normalmente durante esse período

    O vereador Cláudio da Farmácia (MDB), presidente da Câmara de Rondonópolis, afirmou em entrevista ao AgoraMT que a suspensão das sessões ordinárias do Legislativo por conta da pandemia do novo coronavírus, não causou prejuízos ao andamento dos trabalhos parlamentares da Casa. As sessões presenciais, suspensas em julho passado, serão retomadas a partir de hoje (28), mas o acesso ao público ainda está restrito, para evitar aglomerações e a contaminação das pessoas pela doença.

    Segundo ele, a suspensão das sessões presenciais do Legislativo se deram em razão das orientações das autoridades sanitárias e da saúde, mas também em função de uma reforma que o prédio da Câmara estava passando, o que inicialmente levou as sessões para o prédio da União Rondonopolitana das Associações de Moradores de Bairros (Uramb), antes de se iniciar a sua realização via virtual. “Ainda não temos condições de fazer o recebimento do público, mas acredito que até o próximo mês, dezembro no máximo, a gente já tenha todas as condições de receber o público com segurança”, esclareceu Cláudio da Farmácia.

    Sobre possíveis prejuízos aos trabalhos parlamentares, o presidente da Câmara é taxativo ao dizer que dentro do possível devido às restrições, os trabalhos andaram normalmente. “Eu acho que não teve prejuízos, porque assim que os projetos chegavam, automaticamente a gente mandava em PDF para todos os vereadores. Então todos os vereadores tinham acesso ao conteúdo total de cada projeto de lei. A reclamação às vezes era na questão dos regimes de urgência, mas estes chegavam tanto quando a gente estava realizando sessões presenciais quanto virtuais. Não tinha diferença nenhuma”, explicou.

    O gestor da Câmara ainda falou sobre os projetos em tramitação no Legislativo e outros assuntos. Confira abaixo a íntegra da entrevista:

     

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS