27 de novembro de 2020
Mais
    Capa Destaques "Precisei pedir socorro a desconhecidos", conta nova vítima de comerciante
    EM CUIABÁ

    “Precisei pedir socorro a desconhecidos”, conta nova vítima de comerciante

    Imagem: Cumprimentos de mandados "Precisei pedir socorro a desconhecidos", conta nova vítima de comerciante
    Polícia Civil- Foto: Pedro Couto

    Quatro mulheres já denunciaram um comerciante de Cuiabá por assédio e importunação sexual. A investigação começou após uma jovem de 18 anos deixar a loja dele direto para a delegacia.

    Atraída por uma proposta de trabalho, ela contou em depoimento que passou a ser assediada na suposta “entrevista de seleção” e depois de vestir o uniforme da empresa precisou de agilidade para escapar das investidas e carícias indevidas.

    Com a repercussão do caso, novas vítimas procuraram a Delegacia de Defesa das Mulheres na capital e registraram denuncias contra o mesmo suspeito. A reportagem do Agora MT conversou com uma dessas mulheres.

    “Fui a loja devido a esse anúncio de trabalho. E ele fez o mesmo comigo, me levou para a mesma sala, queria que eu vestisse o uniforme. Mas recusei”, contou a vítima reforçando que o suspeito teria questionado ela sobre o que estaria disposta a fazer para ficar com a vaga.

    A nova vítima, que tem características físicas parecidas com a primeira denunciante, foi embora e decidiu ficar em silêncio.

    “Só queria esquecer”, contou. O problema é que semanas depois ela encontrou o suspeito na rua.

    “Ele me perseguiu, fiquei com muito medo e precisei pedir socorro para desconhecidos”, disse a vítima que correu para um estacionamento gritando por ajuda.

    O caso esta sendo investigado pela Polícia Civil, o comerciante chegou a ser preso, mas foi solto na audiência de custódia após o flagrante.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS