19 de abril de 2021
Mais
    Capa Notícias Mundo Massagem com cobras é a tendência de saúde do momento
    MUNDO

    Massagem com cobras é a tendência de saúde do momento

    Segundo massagistas, a técnica é capaz de melhorar a circulação sanguínea e ajudar em dores musculares

    Imagem: Massagem com cobras 1 Massagem com cobras é a tendência de saúde do momento
    Reprodução

    Um pequeno spa no Cairo acaba de ficar famoso por incorporar uma bizarra tendência de saúde internacional: massagem com cobras. A técnica é exatamente o que você imagina: deixar os répteis andarem livremente pelo corpo. Em um mundo cheio de pessoas com dores e agonias do cotidiano, essa parece ser a iniciativa perfeita para aliviar tensões e medos.

    A ideia foi do dono do empreendimento, o massagista profissional Safwat Sedki, que selecionou 28 tipos diferentes de cobras sem veneno, para sessões de cerca de 30 minutos. Segundo ele, deixar os animais andarem nas costas reduz dores nos músculos e articulações, além de melhorar a circulações do sangue e de hormônios.

    “O uso de cobras é um tipo de massagem e tem objetivos, físicos e emocionais”, afirmou ele à Reuters.

    Sedki afirma que demorou para os clientes realmente gostarem do método de massagem. “Quando começamos a mostrar as cobras, muitos clientes ficaram com medo. Mas após explicarmos os benefícios da prática, muitas pessoas passaram a gostar do método”, disse ele.

    Imagem: Massagem com cobras Massagem com cobras é a tendência de saúde do momento
    Reprodução

    Segundo o massagista, mesmo indivíduos com medo crônico de cobras passaram a fazer uso dessa técnica de relaxamento. Diaa Zein, um dos clientes ouvidos pela Reuters, afirmou que experimentou uma “sensação de alívio e rejuvenescimento” após a sessão.

    Sucesso internacional

    Não é apenas no Egito que o método estranho de massagem ganha adeptos. Segundo o New York Post, terapias corporais com cobras é uma tendência crescente internacional há pelo menos uma década

    Massagistas da Indonésia e das Filipinas são alguns dos primeiros a usarem massivamente o método, embora massagens do tipo tenham alguma popularidade em toda a Ásia há séculos.