18 de abril de 2021
Mais
    Capa Destaques Mauro Mendes diz que a previsão é que vacina seja autorizada pela...
    REUNIÃO COM MINISTRO

    Mauro Mendes diz que a previsão é que vacina seja autorizada pela Anvisa em fevereiro

    O governador participou de videoconferência com o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello

    O governador Mauro Mendes afirmou que a previsão do Ministério da Saúde é que a vacina contra a covid-19 seja autorizada no final do mês de fevereiro de 2021.

    A informação foi dada pelo ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, durante reunião com os governadores nesta terça-feira (08.12). Mauro Mendes participou da discussão por videoconferência.

    Conforme as informações do ministro da Saúde, a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca está em fase final de testes e deve ter a documentação para o registro finalizada e protocolada ainda neste mês de dezembro.

    “Após o pedido ser registrado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a previsão é que até o final de fevereiro o órgão analise e autorize a vacina, caso todos os procedimentos estejam de acordo com as normas”, relatou o governador.

    Imagem: reuniao governador Mauro Mendes diz que a previsão é que vacina seja autorizada pela Anvisa em fevereiro

    Mauro Mendes registrou que, sendo autorizada, a vacina será distribuída pelo Ministério da Saúde a todos os estados, por meio do Plano Nacional de Imunização (PNI).

    “O ministro nos informou que está previsto o recebimento de 100 milhões de doses até junho. No segundo semestre, serão mais 160 milhões de doses, um total de 260 milhões de doses até final de 2021”, afirmou.

    Durante a reunião, de acordo com o governador, o ministro Pazuello assegurou que todos os demais procedimentos para a aplição da vacina já estão em andamento, “como a compra de seringas, luvas e a organização da logística, priorizando os grupos de risco e profissionais da saúde”.

    “Continuaremos a articular e cobrar para que a vacinação da população mato-grossense ocorra o quanto antes, de forma rápida e segura”, reforçou o governador.