13 de março de 2021
Mais
    Capa Notícias Mato Grosso Poços artesianos vão garantir água durante seca do pantanal

    Poços artesianos vão garantir água durante seca do pantanal

    Metamat e AMM trabalham para definir locais onde poços serão construídos

    A Metamat (Companhia Mato-grossense de Mineração) vai adquirir uma perfuratriz que será usada na perfuração de poços artesianos na região do pantanal de Mato Grosso. Os recursos, de R$ 2,8 milhões, foram assegurados pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT), dentro do programa Calha Norte, do Ministério da Defesa.

    Os poços artesianos estão sendo considerados fundamentais para garantir o abastecimento de carros-pipa e caminhões de bombeiros durante o combate aos incêndios no pantanal. “Com a seca severa deste ano, o combate às chamas foi muito dificultado porque os rios e outras fontes de água estavam com níveis muito baixos”, lembra o parlamentar, que preside a Comissão Temporária Externa do Pantanal, criada no Senado Federal para acompanhar a situação das queimadas no bioma e propor ações que possam evitar que os incêndios voltem a devastar a região.

    Neste ano, pelo menos 4 milhões de hectares foram atingidos pelas chamas e o combate mobilizou centenas de voluntários, brigadistas e bombeiros, que tiveram muitas dificuldades de encontrar água disponível para abastecer carros-pipa e outros equipamentos utilizados. “Isso nos obrigou a andar quilômetros para conseguir água, atrasando todo o trabalho de combate às chamas”, conta o coronel BM Paulo Barroso.

    Técnicos e pesquisadores da Associação Mato-grossense dos Municípios estão na região do pantanal fazendo a prospecção de onde esses poços artesianos podem ser construídos. “Temos a perspectiva de mais quatro ou cinco anos de seca extrema. Então, precisamos estar preparados”, diz o senador Wellington Fagundes.

    Em outra ação, o senador Jayme Campos (DEM-MT), também membro da CTE do Pantanal, destinou recursos de RS 1,6 milhão para a compra de dois caminhões para o Corpo de Bombeiros e um carro de resgate. Além disso, os recursos permitirão a implantação de uma unidade de prevenção e combate aos incêndios em Poconé.

    “Toda essa estrutura é fundamental para evitar que uma nova tragédia se registre no pantanal”, avalia Fagundes.