19 de abril de 2021
Mais
    Capa Notícias Política Por unanimidade, deputado estadual tem mandato cassado pelo TRE
    CAIXA 2

    Por unanimidade, deputado estadual tem mandato cassado pelo TRE

    Todos os juízes acompanharam o voto dele e optaram pela cassação do político

    Imagem: deputado estadual Carlos Avalone Por unanimidade, deputado estadual tem mandato cassado pelo TRE
    Reprodução

    O deputado estadual Carlos Avalone (PSDB), teve o mandato cassado por unanimidade pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT)  pela prática de caixa 2 e abuso de poder econômico nas eleições de 2018. A decisão foi tomada durante sessão na manhã desta quinta-feira (10). Ainda cabe recurso.

    O relator do processo é o juiz federal Fábio Henrique Rodrigues Fiorenza. Todos os juízes acompanharam o voto dele e optaram pela cassação do político.

    Engenheiro civil, Avalone era suplente e havia assumido a vaga do ex-deputado Guilherme Maluf (PSDB), que também foi empossado como conselheiro do Tribunal de Contas Estadual (TCE), em março de 2019.

    Na retomada do julgamento nesta manhã, foram mais 4 votos contra o tucano: os juízes Jackson Coutinho, Armando Cândia, Gilberto Bussiki e o presidente do TRE, desembargador Gilberto Giraldelli. O TRE também determinou a anotação do nome de Avalone no Código ASE 540 [inelegibilidade em candidatura futura] no cadastro nacional de eleitores e decretou a perda do valor apreendido em favor da União

    A ação foi proposta pelo Ministério Público Estadual (MPE) e é referente à apreensão de R$ 89,9 mil em um carro cheio de adesivos do então candidato Carlos Avallone  na BR-070, em Poconé, em 4 de outubro de 2018, véspera das eleições. Avallone ficou como primeiro suplente e assumiu a titularidade como deputado após Guilherme Maluf deixar o cargo e se tronar conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE).