15 de março de 2021
Mais
    Capa Destaques Acusado de matar o irmão em 2017 será julgado neste mês

    Acusado de matar o irmão em 2017 será julgado neste mês

    Robert Willian Santos de Oliveira de 27 anos deve ser julgado pelo crime de homicídio no dia 21 de janeiro deste ano. Ele é acusado de matar o próprio irmão Robinson Willian Santos de Oliveira no dia 13 de janeiro de 2017, em Rondonópolis-MT.

    A equipe do Portal AgoraMT conversou com o acusado que está em liberdade desde outubro de 2020, sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.

    Imagem: Roberti acusado Acusado de matar o irmão em 2017 será julgado neste mês
    Robert Willian Santos de Oliveira de 27 anos, acusado de matar o irmão. Foto: Juarez Soares/TV Cidade Record

     

     

    “Naquele dia, cheguei em casa, e meu irmão estava muito alterado devido ao uso de drogas, gritando com a minha mãe. Tentei acalma-lo, mas ele veio para cima de mim com uma faca. Consegui tomar o objeto e acabei desferindo os golpes conta ele. Desde aquele dia tenho sofrido constantemente, afinal foi uma tragédia para minha família. Logo depois ao fato, me apresentei para a Polícia na companhia de um advogado, comecei a responder ao processo em liberdade, mas depois veio o mandado de prisão e fiquei preso por quase um ano e dois meses na Mata Grande. Agora estou aguardando esse julgamento em liberdade” disse Robert.

    Nossa equipe também conversou com o advogado de defesa, Renato Carneiro. “Nossa linha de defesa será a legítima defesa. Durante o andamento do processo, houve algumas mudanças, como por exemplo, de homicídio qualificado, para homicídio”.

    A defesa também é formada por outros dois advogados Kevin Willer e Hitalo Borges.

    Imagem: Dr Renato advogado Acusado de matar o irmão em 2017 será julgado neste mês
    Renato Carneiro, advogado de defesa. Foto: Juarez Soares/TV Cidade Record

    Quem também aceitou falar com a nossa equipe foi a mãe da vítima e do acusado, dona Zilda Alves.

    Imagem: Zilda Alves dos Santos Acusado de matar o irmão em 2017 será julgado neste mês
    Dona Zilda Alves dos Santos. Foto: Juarez Soares/ TV Cidade Record

    “Foi uma tragédia na minha família, perdi um filho e outro corre o riso de ser condenado. Eu sei tudo que aconteceu dentro daquela casa. O Robert tento me defender e acabou acontecendo a morte do Robinson. Mas espero que os jurados analisem bem a situação, pois, preciso de pelo menos um filho para cuidar de mim”, finalizou dona Zilda.