16 de março de 2021
Mais
    Capa Destaques Governo recebeu 24 denúncias sobre uso irregular de veículos oficiais
    ALERTA DA CONTROLADORIA

    Governo recebeu 24 denúncias sobre uso irregular de veículos oficiais

    Nunca para fins particulares e fora do horário de expediente

    Veículos do poder público só devem ser utilizados em serviço. Nunca para fins particulares e fora do horário de expediente. O alerta é da Controladoria Geral do Estado (CGE-MT), por meio da Secretaria Adjunta de Ouvidoria Geral e Transparência, que emitiu recomendação técnica aos órgãos e às entidades do Governo de Mato Grosso sobre as regras que devem ser observadas no uso dos veículos oficiais.

    No documento, a CGE ressalta que os veículos oficiais somente podem circular fora do horário de expediente, nos finais de semana e feriados quando forem destinados a atividades de segurança pública (incluindo do governador e vice-governador), saúde e fiscalização, bem como em atendimento a autoridades em visitas oficiais a Mato Grosso. Para tanto, deve haver a autorização da autoridade máxima da secretaria ou entidade a que o veículo pertence.

    Outro ponto que a CGE destaca na recomendação é a vedação da permanência de veículo de serviço em garagem particular de agente público. Essa situação somente pode ser permitida, mediante autorização expressa da autoridade máxima do órgão, quando a garagem oficial do veículo ficar distante do local onde o serviço está sendo prestado.

    A Controladoria também observa que é obrigatória a adesivagem dos veículos a serviço do poder público, sejam eles próprios ou locados, com a identificação do órgão ou da entidade a qual pertençam, conforme estabelece o Decreto nº 2.067/2009. Os veículos também devem conter os meios de acesso à Ouvidoria do Estado (www.ouvidoria.mt.gov.br, 162, 0800 647 1520 e 98476-6548).

    A adesivagem objetiva facilitar o reconhecimento dos automóveis pela população, que pode, assim, ajudar a administração pública no controle do uso dos veículos.

    A identificação é dispensável somente nos veículos de representação usados para transporte de autoridades públicas ou naqueles utilizados em atividades que mereçam relativa discrição, como de segurança pública e inteligência.

    Controle social

    A elaboração da recomendação técnica foi motivada por manifestações registradas pela população na Rede de Ouvidorias do Estado acerca do uso irregular de veículos do Poder Executivo Estadual.

    Em 2020, a Ouvidoria do Governo de Mato Grosso recebeu 24 denúncias e reclamações de uso irregular de veículos oficiais. Parte delas resultou em procedimentos administrativos disciplinares, ainda em curso, e as outras não procediam ou não tinham elementos suficientes para subsidiar uma apuração pontual.

    Por isso, o secretário-adjunto de Ouvidoria Geral e Transparência da CGE-MT, Vilson Nery, ressalta que é fundamental que o cidadão forneça o maior número possível de elementos acerca de eventual irregularidade para subsidiar a investigação e contribuir para que o resultado da apuração seja satisfatório.

    “Ao acessar a Ouvidoria pela internet (www.ouvidoria.mt.gov.br/falecidadao) ou pelo whatsapp (65 98476-6548), o cidadão pode anexar arquivos, como documentos, fotos e vídeos, que possam embasar a investigação”, salienta o adjunto.