20 de abril de 2021
Mais
    Capa Destaques Vereadora cuiabana quer lista de vacinados contra a Covid-19
    NA CAPITAL

    Vereadora cuiabana quer lista de vacinados contra a Covid-19

    A vereadora teria recebido denúncias de que haveria direcionamento de vacinas para pessoas fora dos grupos prioritários

    Imagem: Edna Sampaio Vereadora cuiabana quer lista de vacinados contra a Covid-19
    De acordo com a vereadora, “houve o direcionamento de doses para funcionários administrativos” – Foto Reprodução

    A vereadora cuiabana Edna Sampaio (PT) quer informações nominais de todas as pessoas que já tomaram a vacina contra a Covid-19 na cidade. A preocupação da parlamentar é que pessoas que não atuam na linha de frente do combate a doença estariam “furando a fila” e recebendo a primeira dose do imunizante antes daqueles a quem o imunizante é direcionado.

    Em uma nota distribuída para a imprensa, a petista fala que “houve o direcionamento de doses para funcionários administrativos” em detrimento daqueles que atuam na linha de frente do enfrentamento da doença.

    Na prática, o que a parlamentar está denunciando é a utilização política da vacina, com a priorização de aliados políticos do gestor da capital Emanuel Pinheiro (MDB), e ela inclusive protocolou um requerimento em que cobra a relação nominal de todos os vacinados, para poder então saber se de fato são os profissionais que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus que estão recebendo a vacina, ou confirmar que realmente tem gente “furando a fila”.

    Por todo o país, já correm informações não confirmadas de pessoas com poder político ou econômico que estariam recebendo a imunização antes dos profissionais da saúde a quem são destinadas as poucas doses disponibilizadas até o momento.

    Ao todo, Cuiabá recebeu pouco mais de 8 mil doses da vacina CoronaVac, enviadas pelo Ministério da Saúde, e de acordo com Edna Sampaio, muitos funcionários da área da saúde que atuam em funções administrativas teriam sido vacinados, enquanto quem deveria ser de fato vacinado ficaram sem o imunizante.