19 de abril de 2021
Mais
    Capa Destaques Botelho vê projeto lesivo e diz não estar com “consciência tranquila”
    DESCONTO A APOSENTADOS

    Botelho vê projeto lesivo e diz não estar com “consciência tranquila”

    Hoje, os inativos que recebem acima de R$ 3 mil têm desconto de 14% de alíquota previdenciária

    Imagem: Eduardo Botelho Botelho vê projeto lesivo e diz não estar com “consciência tranquila”
    Foto: Reprodução

    O presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho (DEM) classificou como “lesivo” o desconto de 14% de alíquota previdenciária a aposentados e pensionistas do Estado que recebem acima de R$ 3 mil.

    Na última quarta-feira (10), os deputados mantiveram o veto do governador Mauro Mendes ao projeto que ampliava a isenção aos aposentados que recebem até o teto do INSS – fixado em R$ 6,4 mil.

    “Acho que agora ninguém está tranquilo com isso, não estou confortável com essa situação. Eu, Botelho, não estou com a minha consciência tranquila. Estou sentindo que esse projeto foi lesivo a pessoas que ganham pouco e precisamos rever isso”, disse o presidente.

    “Temos que encontrar algo para levar a esses servidores, porque o sofrimento deles é muito grande e está sendo injusto com eles”, acrescentou.

    Botelho afirmou que tomará a frente de uma discussão com o governador na tentativa de convencê-lo a encaminhar um novo projeto à Assembleia, diminuindo os impactos aos inativos.

    Segundo ele, qualquer iniciativa neste sentido só pode partir do próprio Executivo, para que não fique configurada nenhuma inconstitucionalidade.

    “Vamos procurar o Governo e construir juntos. O governador também tem essa sensibilidade. Ele já me disse que também está sentindo que houve prejuízo para essas pessoas. Acredito que ele vá fazer essa mudança e trazer um projeto que dará resultados”, concluiu o presidente.