18 de abril de 2021
Mais
    Capa Destaques Prefeito e vice têm mandato cassado por abuso de poder
    GUIRATINGA

    Prefeito e vice têm mandato cassado por abuso de poder

    Decisão saiu nesta sexta-feira (05) e movimentou o município de Guiratinga

    Imagem: prefeito e vice Prefeito e vice têm mandato cassado por abuso de poder
    Waldeci Barga Rosa e da vice Leonor de Fátima Bassi- Foto: Reprodução

    Uma decisão do Juiz da 2ª Zona Eleitoral de Mato Grosso, Aroldo José Zonta Burgarelli, decretou a cassação do mandato do atual prefeito de Guiratinga, Waldeci Barga Rosa e da vice Leonor de Fátima Bassi. Eles foram julgados por abuso de poder econômico.

    Segundo consta nos autos, eles realizaram ações durante o pleito eleitoral de 2020 para ganhar a eleição, como tentativa de compra de voto e captação ilícita mediante depósitos bancários, além de promessa de recompensa como compensação aos votos.

    Sobre o uso de correligionárias para a captação ilícita de apoio político o juiz decidiu “Tenho que as condutas ilícitas apuradas na presente ação foram praticadas pelos investigados Waldeci Barga Rosa e a investigada Leonor de Fatima Bassi Martini, vez que ambos contribuíram para o cometimento dos atos que configuraram abuso de poder econômico”.

    Além da cassação, foi decretada a inelegibilidade de ambos por oito anos.

    Em nota, o prefeito municipal Waldeci Barga Rosa declarou que tem convicção de sua inocência, mas respeita a decisão de primeiro grau. Ressalta no entanto, que acredita e confia no trabalho da Justiça Eleitoral, de modo que sua assessoria jurídica vai interpor o recurso cabível ao Tribunal Regional Eleitoral. Informou ainda que, segundo o Código Eleitoral, a decisão só surte efeito após o julgamento do TRE, sendo que os trabalhos como Prefeito de Guiratinga continuam a todo vapor, garantindo à população de Guiratinga serviços de qualidade, compromisso e transparência, fazendo assim jus ao mandato para cujo o qual foi democraticamente eleito.