19 de abril de 2021
Mais
    Capa Cidades Cuiabá Suspeito usa casa da namorada como “boca de fumo”
    TRÁFICO DE DROGAS

    Suspeito usa casa da namorada como “boca de fumo”

    Diante das denúncias, a PM deslocou até o endereço e prendeu o suspeito

    A Força Tática fechou duas bocas e apreendeu R$31 mil do tráfico ilícito de drogas, na noite de segunda-feira (01), no bairro 13 de setembro. Três pessoas foram presas, um dos suspeitos, usava tornozeleira eletrônica e seria o fornecedor de entorpecentes na região.

    Os policiais realizavam patrulhamento tático na Rua Rondonópolis, quando visualizaram um suspeito em frente a uma residência, ao perceber a polícia, o homem dispensou uma sacola contendo quatro porções de maconha, ele foi preso.

    Ao adentrar no imóvel, os policiais perceberam outro suspeito tentando pular o muro dos fundos da casa, ele foi capturado pela Força Tática. Durante a prisão, o suspeito disse que utilizava a casa da namorada para vender drogas e confessou que seu padrasto, que faz uso de tornozeleira eletrônica, saiu recentemente do presídio e mantém uma boca de fumo no mesmo bairro. O padrasto seria o fornecedor de drogas de uma organização criminosa em Várzea Grande.

    Imagem: Forca Tatica fecha duas bocas de fumo e apreende R 31 mil de faccao criminosa Suspeito usa casa da namorada como “boca de fumo”
    Dinheiro aprendido – Foto por: PMMT

    Diante das denúncias, a PM deslocou até o endereço da outra boca de fumo e identificou o padrasto do suspeito em um terreno baldio com uma vasilha plástica em mãos. O homem tentou fugir ao perceber a viatura policial, mas foi pego com porção grande de maconha. Na boca de fumo, os policiais apreenderam R $31 mil e aparelhos celulares. O suspeito não comprovou a origem do dinheiro e ainda tentou subornar os policiais militares, oferecendo o dinheiro para não ser preso.

    Os três suspeitos foram presos, a droga e o dinheiro foram entregues à delegacia. A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.

    Serviço

    A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 0800.65.39.39. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.