08 de maio de 2021
Mais
    Capa Notícias Política Deputado garante vacinação contra Covid-19 aos profissionais da segurança pública
    IMUNIZAÇÃO

    Deputado garante vacinação contra Covid-19 aos profissionais da segurança pública

    O parlamentar defende a imunização dos profissionais da segurança pública por serem linha de frente desde o início da pandemia

    Imagem: Delegado Claudinei com agentes prisionarios Deputado garante vacinação contra Covid-19 aos profissionais da segurança pública
    Assessoria

    O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) buscou, incansavelmente, garantir a imunização dos profissionais da segurança pública de Mato Grosso que atuam desde o início da pandemia da Covid-19. Tanto que apresentou as indicações de n.º 1.984/2021 e n.º 1.356/2019 que foram direcionadas à Presidência da República, aos Ministérios da Saúde e da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e para a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES).

    Além desses órgãos competentes, o parlamentar também solicitou, por meio de ofícios, ao deputado Dr. Leonardo (SD), coordenador da bancada federal de Mato Grosso, e ao presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, para articular com os gestores das 141 cidades de Mato Grosso a inserção dos agentes da segurança pública no grupo prioritário de imunização devido ao Ministério da Saúde ter dado autonomia para essa definição por parte dos Estados, Distrito Federal e municípios do país.

    Programa Nacional

    A confirmação da categoria no Programa Nacional de Imunização foi dada, nesta quarta-feira (31), por meio de Nota Técnica de nº 297/2021, emitida pelo Ministério da Saúde. “Hoje foi a melhor notícia que recebemos para as forças de segurança. Só para ter uma ideia, um levantamento da minha assessoria jurídica, foram mais de 2 mil profissionais ativos infectados e cerca de 21 óbitos por causa da Covid-19. Já faz um ano que estamos na pandemia e essa categoria sendo linha de frente. Estes servidores são merecedores desta atenção! Afinal, trabalham em prol da sociedade e colocam as suas vidas em risco”, explica Claudinei.

    Conforme o documento, os profissionais mais expostos às ações de combate à Covid-19 serão contemplados. Com isso, será antecipado o envio de um quantitativo de doses de vacinas, de maneira escalonada e proporcional, direcionado, exclusivamente, para a vacinação dos trabalhadores de segurança, e salvamento e forças armadas.

    Governo

    O governador Mauro Mendes (DEM) e o secretário de Saúde (SES), Gilberto Figueiredo, se posicionaram sobre a vacinação para as forças de segurança pública de Mato Grosso. “Acabamos de ser informados pelo Ministério da Saúde, nesta nota técnica, que já autoriza iniciar a imunização dos profissionais da segurança pública. Já existe um percentual de 6% destinados, para iniciarmos a imunização destes profissionais. É uma notícia boa, agora vamos nos preocupar em fazer as pactuações regionais para o encaminhamento destas doses”, diz o secretário.

    Mendes ressaltou que juntamente com outros governadores do Consórcio da Amazônia fizeram forte ação junto ao Ministério da Saúde para que houvesse essa liberação das vacinas. “Dialogamos, falamos com o ministro, organizamos este pleito, pedimos apoio da bancada federal e, assim, foi feita essa autorização que vamos iniciar, imediatamente, a vacinação das forças de segurança”, frisa o chefe de Estado.

    As instituições beneficiadas serão a Polícia Judiciária Civil (PJC), Polícia Militar (PM), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Sistemas Penitenciário e Socioeducativo, Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e Departamento de Trânsito (Detran) de Mato Grosso.

    Vacinas – O governo estadual anunciou também, nesta quarta-feira, a compra direta de 1,2 milhão de doses da vacina russa Sputnik V que possui eficácia comprovada de 91,6%, sendo preciso a aplicação de duas doses por pessoa para a devida imunização. Em Mato Grosso, já foram aplicadas 227.829 vacinas que estão relacionadas a 164.898 e 62.931, respectivamente, de pessoas que receberam a 1° e a 2° dose.

    Pandemia – Na última atualização do Boletim Epidemiológico do Governo do Estado de Mato Grosso, do dia 31 de março de 2021, já são 310.337 casos confirmados de Covid-19, com 7.675 óbitos.