20 de abril de 2021
Mais
    Capa Bastidores Lúdio ironiza decreto de Mendes: “Vírus não circula só a noite”
    TOQUE DE RECOLHER EM MT

    Lúdio ironiza decreto de Mendes: “Vírus não circula só a noite”

    - Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO - Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO
    O deputado Lúdio Cabral, que criticou medidas anunciadas pelo Governo – Foto: Varlei Cordova / AGORA MATO GROSSO

    Oposição ferrenha ao governador Mauro Mendes (DEM), o deputado estadual Lúdio Cabral (PT) ironizou algumas das medidas anunciadas pelo Executivo na manhã desta segunda-feira (1º), como forma de frear o avanço da Covid-19 no Estado.

    Entre elas, o “toque de recolher” que passa a vigorar a partir de terça (2) em todos os Municípios do Estado. Desta forma, a população deverá se recolher em casa das 21 horas às 5 horas.

    “O coronavírus não circula só à noite. O vírus circula 24 horas por dia. O sistema de saúde está em colapso. Novas variantes, mais contagiosas, circulam no estado. Então essa decisão do governador é insuficiente e inadequada para a realidade que a estamos vivendo agora”, disse o parlamentar, que também é médico sanitarista.

    “É necessária a quarentena obrigatória em todo o território de Mato Grosso. Uma decisão que já deveria ter sido tomada há mais de um mês, quando o cenário de hoje já estava desenhado, e alertamos o governador sobre isso”, emendou.

    Na avaliação do deputado, faltou coragem ao governador. “Mais uma vez, ele cede à pressão de setores da economia”.