13 de maio de 2021
Mais
    Capa Destaques Prefeita mantém medidas de restrição: “Vocês não vão me calar”
    AMEAÇADA POR EMPRESÁRIOS

    Prefeita mantém medidas de restrição: “Vocês não vão me calar”

    Eliene Liberato registrou um boletim de ocorrência na delegacia da Mulher

    Imagem: Eliene Liberato Prefeita mantém medidas de restrição: “Vocês não vão me calar”
    A prefeita de Cáceres, Eliene Liberato, que sofreu ameaça de empresários

    A prefeita de Cáceres, Eliene Liberato (PSB), fez um pronunciamento em suas redes sociais, após ser alvo de agressões verbais e ameaças de empresários do Município.

    As críticas ocorrem em razão de parte da classe empresarial da cidade não concordar com as medidas restritivas impostas pela gestora como forma de conter o avanço da Covid-19.

    Ela chegou, inclusive, a registrar um boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher de Cáceres, por conta do episódio. A prefeita precisou ser escoltada até o local, além de pedir proteção da Polícia Federal.

    “Vocês não vão me calar. Isso é perseguição por eu ser mulher, isso é violência política de gênero. Estou aqui lutando pela vida de vocês, principalmente pelos que me perseguem, pois a única saída que temos para esse vírus é o isolamento social e a vacina”, disse a prefeita em um vídeo no Instagram (vídeo abaixo).

    A gestora disse que está fazendo seu trabalho e não recuará das medidas restritivas.

    A prefeita exigiu respeito por parte de todos aqueles que, segundo ela, falaram barbaridades de sua pessoa.

    “Sou mulher e prefeita, democraticamente eleita. Estou aqui, lutando, expondo minha família e me arriscando, não apenas por quem votou em mim, mas por toda a população cacerense”, concluiu.

    Ameaças

    Desde que as medidas restritivas passaram a vigorar na cidade, áudios gravados por empresários começaram a circular nas redes sociais em tom ameaçador à gestora.

    Em um deles, uma pessoa a classificava como “louca” e dizia que ela “precisava apanhar”.

    “Essa prefeita está falando abobrinha. Não pode ter agressão contra a mulher, mas isso é falta de apanhar. Palhaçada, conversa fiada […] Esta prefeita está cheia de gracinha, não sabem nem o que está falando, deve estar louca”, dizia um dos áudios.

    Confira o vídeo: