13 de maio de 2021
Mais
    Capa Notícias Política Prefeito de Primavera diz que consórcio pode antecipar vacinação
    REFORÇO IMPORTANTE

    Prefeito de Primavera diz que consórcio pode antecipar vacinação

    Ontem a Natura &Co América Latina, que reúne as marcas Avon, Natura, The Body Shop e Aesop, se comprometeu a doar R$ 4 milhões

    Imagem: cons prefeitos Prefeito de Primavera diz que consórcio pode antecipar vacinação
    Diretores do Conectar foram empossados ontem em cerimônia virtual – Foto: Divulgação

    O prefeito de Primavera do Leste, Leonardo Bortolin (MDB) acredita que a atuação do Consórcio Nacional de Vacinas Brasileiras (Conectar) pode antecipar em pelo menos um mês o cronograma de vacinação apresentado pelo Ministério da Saúde. A previsão foi feita após a posse de Bortolin como suplente do Conselho Fiscal do consórcio, que reúne representantes de 1. 890 prefeituras, entre elas a de Rondonópolis-MT.

    “Existe uma previsão, dentro da perspectiva atual de recebimento e compra de vacinas, pelo governo federal, que o quarto grupo prioritário seja vacinado até o final de julho e início de agosto.  Para antecipar esse calendário, o consórcio pretende adquirir 20 milhões de doses e assim, antecipar em um mês a imunização deste grupo. Um esforço em prol de todo Brasil”, detalha.

    Bortolin e os demais membros da diretoria do Conectar foram empossados ontem (30) numa cerimônia virtual que teve a participação de representantes de várias autoridades federais. Além do prefeito de Primavera do Leste, também integra a diretoria o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro, como vice-presidente para a região Centro-Oeste – Capitais.

    Os diretores do consórcio explicaram que os recursos para a aquisição das vacinas virão das próprias prefeituras e também de doações. Ontem mesmo eles receberam o compromisso de doação de R$ 4 milhões da Natura &Co América Latina, que reúne as marcas Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. A doação poderá ser destinada à compra de vacina contra a Covid-19 e insumos de saúde necessários ao enfrentamento da pandemia.

    Imagem: Prefeito de Primavera diz que consórcio pode antecipar vacinação
    Foto: Reprodução

    REFORÇO
    O Conectar foi instituído no dia 22 de março por meio de uma ação da Frente Nacional de Prefeitos e pretende atuar em parceria com outros órgãos públicos e privados do Brasil e do exterior para reforçar o Programa Nacional de Imunização. Ele é presidido pelo prefeito de Florianópolis (SC), Gean Loureiro, que anunciou já ter feito vários contatos nos últimos dias.

    Entre as ações já realizadas, merecem destaque a reunião realizada na última segunda-feira (29) com o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o início de tratativas diplomáticas com a embaixada dos Estados Unidos para a obtenção, via empréstimo, de doses excedentes da vacina da AstraZeneca. Eles também pediram que o governo americano ajude na intermediação com os laboratórios Pfizer, Moderna e Johnson & Johnson.

    Gean Loureiro também informou que existem tratativas com a OPAS/OMS para a ampliação da participação do Brasil no Covax Facility – coalisão formada por vários países para enfrentar a pandemia em nível global. O presidente Jair Bolsonaro optou por contratar a aquisição de vacinas equivalentes para imunizar apenas 10% da população, mas o consórcio quer que a coalisão garanta doses para atender pelo menos 40% dos brasileiros.

    A primeira reunião de trabalho da diretoria do Conectar será realizada na quinta-feira (2), já para a provação de algumas resoluções. Na pauta estão as definições do portal de transparência, das ações que serão divulgadas e da contratação de uma auditoria independente para dar tranquilidade a quem dirige e, principalmente credibilidade ao consórcio.