Agora MT Brasil Amazonas tem queda de 80% nas mortes de pacientes em março
BRASIL

Amazonas tem queda de 80% nas mortes de pacientes em março

O estado era o que estava com a situação mais agravada desde o ano passado

Da redação com Só Notícia Boa

Imagem: amazonas covid capa 696x487 1 Amazonas tem queda de 80% nas mortes de pacientes em março
Amazonas registrou 670 vítimas da Covid-19. Queda de mortes traz esperança para população e governantes. — Foto: Diego Peres/Secom

A gente esperou muito por essa notícia maravilhosa! Após o colapso na saúde, o Amazonas teve uma queda de 80% nas mortes por covid-19.

O estado era o que estava com a situação mais agravada desde o ano passado, com dois colapsos por falta de leito e oxigênio nos hospitais.

A melhora é fruto de duas ações muito importantes. Em janeiro houve uma mobilização nacional para levar oxigênio ao estado. Após esse período, o governo do estado decidiu fechar todas as atividades não-essenciais.

O avanço aparece nos dados do boletim epidemiológico da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), publicado nesta quinta-feira, 1º. Segundo a instituição, o Amazonas encontra-se na fase laranja, com risco moderado de transmissão de Covid.

Monitoramento direto

Após a segunda onda da Covid-19 no estado, o governo passou a monitorar mais diretamente os casos registrados.

Em março foram 670 vítimas da Covid, o que aponta uma grande melhoria se compararmos a janeiro, que teve um registro de 3.556 óbitos.

Além do fechamento de atividades não-essenciais, outro fator que pode explicar essa queda no número de mortos é a vacinação.

Ajuda mútua

O epidemiologista Jesen Orellana, da Fiocruz Amazônia, diz que a melhor forma de combater os números elevados de mortes e contaminações, é uma ajuda mútua entre os governantes e a população.

“Fiscalizando nossos amigos, dando conselho aos vizinhos, o governo intensificando as fiscalizações, no transporte intermunicipal, transporte interestadual, e aumentando a testagem em massa, uma ferramenta importantíssima para o adequado monitoramento da pandemia”, completou Jesen.

Flexibilizações

O governador Wilson Lima anunciou as medidas que serão adotadas a partir da próxima segunda-feira, 05onde ca.

Entre elas está a ampliação do horário de funcionamento de restaurantes, a liberação para a retomada de aulas do ensino médio e cursos livres e a restrição de circulação de pessoas, que passa a ser de 0h às 6h.

As medidas são válidas por 15 dias. “Estamos flexibilizando alguns horários, ampliando alguns horários, e isso me causa alguma preocupação, mas entendo a necessidade de alguns segmentos de ampliarem as suas atividades”, disse.

Relacionadas

Disque 100 recebe duas denúncias por hora de estupro de vulneráveis

Estatísticas nacionais mostram que a violência sexual contra crianças e adolescentes permanece alta no Brasil. O serviço Disque Direitos Humanos (Disque 100) registrou entre...

Sem valor definido, Lula sanciona com vetos lei que autoriza volta da cobrança do seguro DPVAT

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou com vetos a lei complementar que autoriza a volta da cobrança do DPVAT (Danos Pessoais...

Mortes por leptospirose aumentam 44% devido a enchentes no Brasil em três anos

As mortes por leptospirose cresceram 44% em três anos no Brasil. Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2020 o país teve 195 óbitos...

Extremo climático ou falha humana? Especialistas analisam inundações

Em cenários de crise, é comum a busca por causas e responsabilidades. A tragédia das chuvas no Rio Grande do Sul, que provocaram a...

Moraes mantém prisão de delegado acusado do assassinato de Marielle

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes manteve nesta sexta-feira (17) a prisão do delegado da Polícia Civil do Rio de...

Avião da FAB leva 20 toneladas de ração para animais do Rio Grande do Sul

Um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) decolou na manhã deste sábado (18) de Brasília com 20 toneladas de rações doadas para animais afetados...

Médicos recomendam seis vacinas a afetados por enchentes no RS, mas duas estão em falta

Das seis vacinas recomendadas por médicos para os afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul — Covid-19, influenza, hepatite A, tétano e raiva,...

STJ absolve homem condenado por estupros que ficou 12 anos preso injustamente

Por unanimidade, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu absolver um homem que ficou preso por 12 anos, após ser condenado em vários casos...

Leilão da Receita terá de iPhone por R$ 1,2 mil a esmeralda por R$ 115 milhões

A Receita Federal vai fazer no dia 28 de maio mais um leilão com produtos e mercadorias apreendidos ou abandonados nos aeroportos. São 245...

Especiais

Últimas

Editoriais

Siga-nos

Mais Lidas