13 de maio de 2021
Mais
    Capa Notícias Manchete Prefeitura de Rondonópolis vai decidir amanhã mudanças em decreto 'anti-Covid'
    EXPECTATIVA

    Prefeitura de Rondonópolis vai decidir amanhã mudanças em decreto ‘anti-Covid’

    Município ainda não adotou flexibilizações autorizadas pelo decreto publicado pelo Governo do Estado no último sábado; decisão será anunciada após reunião do Comitê de Gestão da Crise

    Imagem: 3878d016 7276 460c a255 026b1afae3f7 Prefeitura de Rondonópolis vai decidir amanhã mudanças em decreto 'anti-Covid'
    Comitê vai analisar dados sobre a pandemia, maior preocupação é com a taxa de ocupação de leitos hospitalares – Foto: Andréia Oliveira / AGORA MT

    A Prefeitura de Rondonópolis deve decidir nesta quinta-feira (22) se fará mudanças no decreto que regulamenta o funcionamento de atividades comerciais durante a pandemia. Há a expectativa de que o Município adote integralmente as normas do decreto estadual, com a ampliação do horário de funcionamento no período noturno e redução de duas horas no toque de recolher – que passaria a vigorar à partir das 23hs até 05 hs.

    A decisão deve ser anunciada no período da tarde, após a reunião do Comitê de Gestão de Crise, prevista para começar às 14 horas. Eles vão analisar os últimos números da pandemia em Rondonópolis e os dados referentes à nova classificação de risco para Covid-19, feita pela Secretaria Estadual de Saúde.

    “Nesta terça-feira [20] saiu o novo ranking e Rondonópolis permanece no nível ‘Alto’, mas com uma melhora de 12% em relação ao último levantamento. Isso nos anima. Mas será preciso analisar também outros dados sobre a evolução da pandemia aqui”, disse a vereadora e presidente da Comissão Legislativa de Saúde, Marildes Ferreira (PSB), sobre a possibilidade de reduzir as restrições.

    A Prefeitura suspendeu na semana passada a maior parte das restrições às atividades comerciais, após o Município obter uma redução na classificação do nível de risco para Covid-19, passando do nível ‘Muito Alto’, para ‘Alto’.

    Porém, até o momento, não houve a adoção dos novos horários de funcionamento previstos no decreto divulgado pelo governo do Estado no último sábado.

    A reportagem apurou que um dos motivos para a recusa seria taxa de ocupação de leitos de UTI, que continua alta. Conforme o Decreto Estadual, a flexibilização dos horários pode ser feita nas cidades com ocupação inferior a 85%.

    Imagem: boletim epidemiologico 20 04 2021 Prefeitura de Rondonópolis vai decidir amanhã mudanças em decreto 'anti-Covid'
    Fonte: Secretaria Municipal de Saúde

    Conforme o boletim divulgado na terça-feira (20) pela Secretaria Municipal de Saúde, Rondonópolis tinha sete leitos de UTI disponíveis – com uma ocupação superior a 100% nos hospitais privados e de 88% na rede pública.