11 de maio de 2021
Mais
    Capa Bastidores Em sabatina, secretária chora, diz sofrer racismo e recebe “alfinetada”
    MEDICAMENTOS VENCIDOS

    Em sabatina, secretária chora, diz sofrer racismo e recebe “alfinetada”

    Imagem: Ozenira Feliz Em sabatina, secretária chora, diz sofrer racismo e recebe “alfinetada”
    A secretária Ozenira Felix, que esteve na Câmara para explicar vencimento de remédios – Foto: Assessoria

    Em sabatina realizada na Câmara de Cuiabá, na manhã desta terça-feira (27), a secretária de Saúde da Capital, Ozenira Félix, acabou chorando e disse ser vítima de racismo.

    O desabafo foi feito na oportunidade em que a gestora esteve na Casa para explicar a denúncia de centenas de medicamentos vencidos no Centro de Distribuição de Medicamentos (CDMIC). Segundo a secretária, os ataques se intensificaram após a repercussão do caso.

    “Estou contando minha história, porque existe um impacto por eu ser negra. Esses dias eu tenho sentido o que nunca senti na minha carreira inteira. Eu não tenho problema em ser cobrada, mas gostaria que quem estivesse ouvindo, entendesse que a minha cor não me define. Isso [desabafo] não tem nada a ver com os vereadores, mas com o que tenho passado nesse momento, que acho que ninguém sabe. Eu tinha que fazer esse desabafo para a população. Não se define uma pessoa pela cor. Eu tenho uma história de vida muito maior do que isso”, disse.

    “Não é o problema do medicamento. O que mais dói são os anos de trabalho serem comprometidos pela cor da minha pele. Não posso admitir isso. Isso realmente me incomodou, porque isso machucou”, acrescentou ela.

    A secretária permaneceu na Casa por cerca de cinco horas, mas o resultado do encontro não agradou alguns parlamentares. “Com todo respeito, a senhora falou, falou, falou, mas não justificou o porquê de milhares de medicamentos vencidos na gestão da senhora enquanto faltam remédios nas unidades de saúde”, alfinetou, Dilemário Alencar (Podemos).