11 de maio de 2021
Mais
    Capa Destaques Estado autoriza abertura dos 20 novos leitos de UTI em Rondonópolis
    VITÓRIA

    Estado autoriza abertura dos 20 novos leitos de UTI em Rondonópolis

    Novos leitos começarão a funcionar na manhã deste domingo (11) e vão zerar fila de espera por UTIs na região

    Imagem: Hospital Regional de Rondonópolis
    Hospital Regional de Rondonópolis é referência para todos os municípios da região e presta atendimentos de alta complexidade – Foto: Secom-MT

    A Secretaria Estadual de Saúde autorizou a abertura de 20 leitos de UTI no Hospital Regional Irmã Elza Giovanella, em Rondonópolis-MT. Os atendimentos vão começar a partir as 7 horas da manhã deste domingo (11). A abertura dos leitos era aguardada desde o início do mês e foi o pivô de uma polêmica envolvendo vereadores, Municípios a direção do Hospital.

    A abertura dos leitos foi confirmada no fim da tarde deste sábado em ofício assinado pela Diretora Geral, Kênia de Lima Gomes, e pela Diretora Técnica do Hospital Regional, Tamirez Martins Figueiredo. O documento (veja abaixo) foi encaminhado à Central de Regulação, que faz o registro e a solicitação de vagas para internações no município.

    “É uma vitória da cidade e dos municípios vizinhos. Esses leitos vão ajudar a zerar a fila de espera por UTIs e trazem um pouco de alento a toda a população”, disse a vereadora Marildes Ferreira, presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal e uma das líderes da mobilização deflagrada ontem.

    Além dos vereadores e da prefeitura, o movimento pela abertura imediata das novas UTIs também teve o apoio de deputados estaduais. Thiago Silva (MDB), Claudinei Lopes (PSL), Sebastião Rezende (PSC) e Ulysses Moraes (PSL) pediram celeridade ao Governo e chegaram a se reunir com a diretora do hospital para averiguar os motivos do adiamento.

    Em vídeo e também em comunicações feitas com secretários de Saúde dos municípios da região, o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, havia informado que faltavam o cumprimento de normas previstas no edital e a contratação de médicos.

    A reportagem apurou que a empresa que venceu a licitação para operar os novos leitos apresentou documentos comprovando o cumprimento das exigências e se comprometeu a sanar em 30 dias duas pendências envolvendo a contratação de profissionais intensivistas para completar o quadro clínico. Neste período ela se responsabiliza por qualquer problema envolvendo a prestação dos serviços.

    Os novos leitos fazem parte do programa do governo do Estado para reforçar o atendimento aos pacientes contaminados pela Covid-19 que estão em situação grave. Inicialmente a previsão era de que eles começariam a funcionar no início deste mês.

    Imagem: oficio hr utis Estado autoriza abertura dos 20 novos leitos de UTI em Rondonópolis
    Ofício confirmando a abertura das novas vagas.