Mais
    Agora MT Brasil Fiocruz deve entregar mais 5 milhões de vacinas nesta semana
    COVID-19

    Fiocruz deve entregar mais 5 milhões de vacinas nesta semana

    Cronograma prevê que 100,4 milhões de doses serão produzidas em Bio-Manguinhos até julho com IFA importado

    A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) deve entregar nesta semana 5 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca ao Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde. A previsão faz parte de um total de 18,4 milhões de doses até o dia 1º de maio.

    Na semana passada, o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos liberou 2 milhões de doses da vacina contra covid-19. Nas próximas semanas, serão entregues 4,7 milhões, de 19 a 24 de abril; e 6,7 milhões, de 26 de abril a 1º de maio.

    O cronograma da Fiocruz prevê que 100,4 milhões de doses serão produzidas em Bio-Manguinhos até julho, a partir de IFA (ingrediente farmacêutico ativo) importado da China. Mas a partir de agosto, a Fiocruz também deve começar a produzir de IFA para vacinas contra covid-19.

    Até 2 de abril, 4,1 milhões de doses foram produzidas no Brasil e entregues ao Ministério da Saúde, e mais 4 milhões foram importadas prontas da Índia, onde foram fabricadas pelo Instituto Serum.

    A Fiocruz chegou a prever que liberaria 27 milhões de doses em abril, mas revisou esse cronograma e reduziu a previsão para 18,8 milhões. Segundo nota divulgada pela fundação, “por tratar-se de uma nova tecnologia e da complexidade de implantação da produção da vacina covid-19, foram necessários ajustes no cronograma”.

    A produção da vacina em Bio-Manguinhos ocorre graças a um contrato de encomenda tecnológica assinado no ano passado com os desenvolvedores da vacina: a farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca e a Universidade de Oxford, no Reino Unido.

    A Fiocruz prevê entregar 21,5 milhões de doses em maio, 34,2 milhões em junho e 22 milhões em julho. Para produzir essas vacinas, Bio-Manguinhos conta com a chegada de carregamentos de IFA vindos da China. Até o momento, já estão no Brasil insumos suficientes para a produção de 35 milhões de doses, o que cobre a produção até maio.

    No mês de abril, está prevista a importação de mais três remessas do insumo. Já em maio, estão previstas quatro remessas, e o último lote chegará em junho.

    A Fiocruz também trabalha para incorporar a tecnologia de produção do IFA à planta industrial de Bio-Manguinhos e prevê que, no segundo semestre, será possível entregar 110 milhões de doses a partir de ingrediente farmacêutico ativo produzido na própria instituição. Dessa forma, o Programa Nacional de Imunizações deve receber, até o fim do ano, 210,4 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca produzidas no Brasil, além de 12 milhões de doses importadas da Índia.

    Relacionadas

    Jovem morre após ser atingido pela hélice de aeronave pilotada pelo pai

    Um jovem morreu após ser atingido pela hélice de uma aeronave agrícola pilotada pelo pai em São José do Rio Preto, no interior de...

    Governo negocia 7 milhões de doses da CoronaVac para crianças

    O Ministério da Saúde negocia a compra de mais doses da CoronaVac para atender ao público infantil brasileiro. A informação foi confirmada pelo Instituto Butantan, que...

    Brasil bate recorde de novos casos de Covid-19

    O Brasil registrou, nesta terça-feira (18), 351 mortes por Covid-19 e 137.103 novos casos diagnosticados, um novo recorde, de acordo com os dados enviados...

    Moradores de cidades em MG relatam terem visto queda de meteoro, veja o vídeo

    Câmeras de segurança flagraram a queda de um meteoro na região do Alto Paranaíba, em Minas Gerais, na noite desta sexta-feira (14). O objeto...

    Segunda remessa de vacinas para crianças começa a ser distribuídas no país

    O Ministério da Saúde começou a distribuir a segunda remessa de vacinas contra a Covid-19 da Pfizer voltadas para crianças de 5 a 11 anos. O...

    Rodovia federal de Minas Gerais desmorona e é interditada nos dois sentidos

    O afundamento da pista interditou os dois sentidos na BR-381, na altura da cidade de Nova Era, a 139 km de Belo Horizonte, nesta...

    Metade dos brasileiros diz que o sono piorou na pandemia

    Quem nunca passou uma noite maldormida e sentiu na pele os efeitos? Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Real Big Data, entre os dias 17...

    Primeiro ano da vacinação no Brasil muda curso natural da Covid-19

    Há um ano a brasileira de 54 anos, na época, Mônica Calazans, enfermeira do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, hospital de São Paulo, era...

    Criança de 10 anos sofre parada cardíaca e cidade do interior de SP suspende vacinação

    O município de Lençóis Paulista, no interior de São Paulo, suspendeu nesta quarta-feira (19) a vacinação de crianças com idade entre 5 e 11...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas