08 de maio de 2021
Mais
    Capa Entretenimento Humorista chora ao relatar luta da mãe contra a covid-19
    NAS REDES SOCIAIS

    Humorista chora ao relatar luta da mãe contra a covid-19

    Jonathan Nemer recebeu mensagens de apoio de famosos como Yudi Tamashiro, Bella Falconi, Otaviano Costa, entre outros

    Imagem: humorista Humorista chora ao relatar luta da mãe contra a covid-19
    Humorista e a mãe – Foto: Reprodução

    O humorista Jonathan Nemer usou uma rede social para relatar o drama da mãe, Sara Nemer, internada em um hospital de Marília (SP), desde a sexta-feira (9), lutando contra a covid-19. No domingo (11), o quadro de Sara se agravou. “Infelizmente minha mãe teve mais uma piora. Se não progredir será intubada”, escreveu.

    Na noite de segunda-feira (12), o humorista foi até a frente do hospital em que a mãe está internada para mandar boas energias para ela. De dentro do carro, ele gravou uma série de stories dizendo como ela estava. Sem conseguir segurar a emoção, Jonathan chorou.
    “Hoje, é o primeiro dia que nem chamada de vídeo teve, hoje, nem vi minha mãe. Eu até pedi para médico ‘mostrar a minha mãe’, mas ele disse que não era bom, que ela poderia se emocionar, se cansar. Então, como não posso ver minha mãe, estou vindo aqui na frente do hospital para orar por ela”, começou.

    “É horrível, gente, ver a progressão [da doença]. Hoje não teve vídeo… Tenho recebido tantas mensagens, não tenho como responder todo mundo, mas eu quero agradecer, porque vocês estão sendo tão fofos comigo e com a minha familia. Tem gente fazendo cada textão contando o testemunho, dizendo que o que eu estou sentindo eles também estão sentido, me incentivando. Está sendo um combustível para mim”, disse, com a voz embargada.

    Jonathan Nemer recebeu mensagens de apoio de famosos como Yudi Tamashiro, Bella Falconi, Otaviano Costa, entre outros.

    Além da mãe, Jonathan e o pai também foram diagnosticados com a doença, no entanto, só Sara precisou ser internada. No post mais recente, ele desabafou: “A dor de cada um é imensurável… É difícil falar que minha dor dói mais ou menos que a dor de alguém. Mas tá doendo demais. Eu não sou casado, eu não tenho filhos… minha vida são meus pais. São pais, são amigos, e falando abertamente… são meus filhos”.

    E finalizou: “Meu pai tava com uma tosse, já corriqueira pra ele de certa forma, mas decidiu fazer um teste de antígeno. Todos tínhamos certeza que daria negativo. Fui o responsável por entrar no site e quando li que estava positivo, gelei. Ficou um climão na sala. Será? Será que teremos sintomas? Será que teremos complicações?. Fomos enfrentando… Meu pai, graças a Deus, praticamente passou sem sintoma. Tossia bem pouco. Já eu e minha mãe, tivemos quase que uma “amigdalite”… garganta raspando, coriza, tosse… a minha parou aí. A dela não parava. Durante dez dias, estava tudo sob controle, até que na sexta a saturação dela caiu e começou essa pesadelo”.