08 de maio de 2021
Mais
    Capa Destaques Morre empresário que popularizou direitos do consumidor na internet
    COVID-19

    Morre empresário que popularizou direitos do consumidor na internet

    Maurício Vargas deu suporte à implantação de sites em todo Centro-Oeste, inclusive em Rondonópolis; ganhou fama após criar um site que virou referência na luta pelos direitos do consumidor.

    Imagem: mauricio vargas Morre empresário que popularizou direitos do consumidor na internet
    Á partir de uma experiência pessoal Maurício Vargas ajudou a melhorar as relações de consumo no país. Foto: Divulgação.

    A morte do empresário Maurício Vargas ganhou destaque nos principais veículos de comunicação do país. Ele faleceu na noite de ontem (02), aos 58 anos, vítima de complicações da Covid-19. Maurício era de Campo Grande (MS) e ganhou fama como fundador e presidente do ‘Reclame Aqui’ – um marco na luta pelos direitos do consumidor na internet.

    Maurício foi pioneiro no mundo online na região Centro-Oeste. Sua empresa dava suporte para implantação de vários sites com conteúdo jornalísticos e ajudou emissoras de rádio e TV a levarem seus conteúdos para a internet.

    O empresário teve clientes inclusive aqui em Rondonópolis, onde foi apresentado pelo publicitário Walmor Miranda. Os dois se conheceram em Mato Grosso do Sul e, numa trágica coincidência, neste momento Walmor também está internado em estado grave e lutando contra a Covid-19.

    A história de Vargas mudou no ano de 2001, após o cancelamento de um voo que o levaria para uma entrevista de trabalho. Sentindo-se prejudicado e insatisfeito com o tratamento da companhia aérea, decidiu usar sua expertise para fundar o site ‘Reclame Aqui’ – abrindo a possibilidade para que qualquer pessoa pudesse narrar problemas e denunciar empresas que não respeitavam os direitos do consumidor.

    Apesar de não ter a força legal dos Procons, o ‘Reclame Aqui’ oferecia um jeito prático e rápido para denunciar os abusos. Rapidamente o site ganhou popularidade e credibilidade, fazendo com que muitas empresas agilizassem a reparação dos danos e corrigissem posturas para evitar a ‘publicidade negativa’.

    O sucesso da iniciativa deu projeção nacional e até internacional ao empresário. Maurício Vargas foi entrevistado no ‘Programa do Jô’, ganhou manchetes e acabou tornando-se uma espécie de consultor da grande mídia em temas relacionados aos direitos e comportamentos do consumidor brasileiro.

    O site continua na ativa e mantém-se como uma referência em todo o país. Mas nos últimos anos Maurício vinha se dedicando também a cursos e palestras, onde repassava seus conhecimentos sempre reforçando o lema que guiou sua vida profissional: “Não faz sentido acumular riqueza, o importante é ter um negócio que muda a vida das pessoas”.

    Vargas partiu lutando. Deixou os pais, um irmão e dois filhos. Deixou também um exemplo de como a inteligência associada à boa vontade pode fazer da internet uma ferramenta para melhorar as relações entre pessoas e empresas.