08 de maio de 2021
Mais
    Capa Destaques “Meu pai descansou’, diz vereador Reginaldo Santos sobre morte do pioneiro Manoel
    LUTO

    “Meu pai descansou’, diz vereador Reginaldo Santos sobre morte do pioneiro Manoel

    Manoel Santos Souza tinha 68 anos e era de uma família com história na política de Rondonópolis; o velório está previsto para começar à partir das 18 horas

    Imagem: reginado manoel “Meu pai descansou’, diz vereador Reginaldo Santos sobre morte do pioneiro Manoel
    Reginaldo Santos e o pai, Manoel, se destacavam como lideranças da Vila Operária. Foto: Arquivo Pessoal

    O vereador Reginaldo Santos se manifestou nas redes sociais sobre o falecimento do pai dele, o pioneiro Manoel Santos Souza – ocorrido hoje (02). Numa postagem emocionada, o parlamentar disse estar tomado pela dor e reafirmou a admiração pelo exemplo público do pai.

    “A palavra é agradecimento, gratidão a Deus. Meu pai descansou, um grande homem, exemplo de marido, de pai, de profissional e de ser humano.  Viveu para a família e servindo as pessoas. A dor é grande, maior é o meu orgulho de poder ter convivido, vivido junto com meu herói, guerreiro, amigo e pai” disse o vereador.

    Reginaldo também disse que cuidará da mãe, dona Iracema, e tudo fará para honrar a memória do pai e amigo. “Vai em paz guerreiro, por enquanto estamos aqui, vamos cuidar da mãezinha, dos meus irmãos e dos seus netos. Prometo que seguirei em frente sempre te honrando”, declarou numa postagem no Facebook.

    Manoel Santos Souza tinha 68 anos e era uma das pessoas mais conhecidas no meio político de Rondonópolis. Nascido e criado na Vila Operária, maior distrito de Rondonópolis, era filho do ex-vereador Rozendo Ferreira de Souza, que esteve na Câmara Municipal por três legislaturas (1955/1958, 1973/1976 e de 1977 à 1982).

    Ele sempre foi uma pessoa muito querida e tornou-se uma liderança importante na região. Seu Manoel, como era conhecido, teve também um papel fundamental no sucesso eleitoral do filho Reginaldo – que exerce atualmente seu quarto mandato como vereador.

    O pioneiro foi encontrado morto hoje na casa onde vivia. O velório está previsto para ocorrer à partir das 19 horas na capela da União Familiar, na Vila Operária.