02 de agosto de 2021
Mais
    Capa Destaques Bolsonaro deverá conhecer laboratórios que podem produzir vacina anticovid-19
    PANDEMIA E ECONOMIJA

    Bolsonaro deverá conhecer laboratórios que podem produzir vacina anticovid-19

    Convite foi formulado pelo senador Wellington Fagundes durante almoço com a ministra-chefe da Secretaria de Governo, no Palácio do Planalto

    O presidente Jair Bolsonaro deverá conhecer nos próximos dias um dos laboratórios de saúde animal capazes de produzir vacinas contra a Covid-19. O convite foi feito nesta terça-feira, 04, pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT), relator da Comissão Temporária do Senado, que vem liderando o projeto. A visita poderá acontecer a plantas industriais localizadas no interior de São Paulo ou de Minas Gerais.

    Imagem: Senador Wellington e Romario Bolsonaro deverá conhecer laboratórios que podem produzir vacina anticovid-19
    Reprodução

    Fagundes se reuniu com a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, para tratar do assunto. Participaram do encontro os senadores Carlos Portinho, líder do PL no Senado, e Romário Faria. “É importante essa iniciativa porque o parque industrial de produtos animais está apto a produzir vacinas contra a Covid em quantidade suficiente para atender a população brasileira” – disse o senador.

    A Comissão Temporária da Covid-19 já aprovou requerimento para realização de uma diligência, a ser formada por senadores, autoridades e imprensa, nas plantas industriais. Ao todo, três laboratórios de produtos de saúde animal estão aptos a produzirem vacinas, dependendo apenas de transferência de tecnologia. Todos eles detêm selo de biossegurança NB3+, certificados pelo Ministério da Agricultura.

    O Projeto de Lei 1343/2021 que autoriza os laboratórios de saúde animal a produzir vacinas contra a Covid-19 ganhou também status de prioridade na Câmara dos Deputados. Ainda nesta terça-feira, Fagundes conversou com o presidente Arthur Lira (PP-AL) e se reuniu com o vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos (PL-AM) para avançar na conclusão do processo legislativo com a mesma agilidade com que foi aprovado no Senado.

    O presidente da Câmara, Arthur Lira, por sua vez, ouviu as explicações do senador do PL de Mato Grosso sobre o processo de produção de vacinas e agendou novas reuniões para ocorrer ainda esta semana. Segundo Lira, é fundamental que todos estejam conscientes das garantias preconizadas no projeto de lei.

    Pandemia e Economia

    Já o deputado Marcelo Ramos assinalou que o maior desafio hoje do Brasil é, de fato, a vacinação. “Só existe um remédio tanto para pandemia como para a economia: a vacinação. E o projeto do senador Wellington Fagundes representa esse esforço” – disse, ao descartar a importância e necessidade de aumento da capacidade de produção de vacinas.

    Satisfeito com o andamento da proposta, Fagundes foi taxativo: “Já há um convencimento de que o uso desses laboratórios é a alternativa mais viável – e diria única –  que o Brasil dispõe neste momento para fabricar vacinas em quantidade suficiente para imunizar toda a população e acabar com essa agonia que todos nós estamos vivendo” – frisou o senador.