02 de agosto de 2021
Mais
    Capa Notícias Tv Agora Deputados articulam para que MT tenha censo demográfico próprio
    EM 2021

    Deputados articulam para que MT tenha censo demográfico próprio

    Deputada Janaina Riva citou que Estado cresce em ritmo acelerado, daí a urgência na realização do levantamento

    Os deputados estaduais Janaina Riva (MDB) e Carlos Avalone (PSDB) estão articulando a possibilidade de Mato Grosso realizar, ainda neste ano, um censo demográfico.

    A iniciativa foi pensada, uma vez que, na última semana, o Ministério da Economia divulgou não haver previsão orçamentária para que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realize a pesquisa em 2021.

    Os dados populacionais do Censo são utilizados, por exemplo, para os repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e para uma série de outras transferências da União para estados e municípios. A última contagem da população foi realizada no Censo Demográfico de 2010.

    Em Mato Grosso, a ideia passa por uma parceria com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (Fecomércio) e uma universidade pública, seja ela estadual ou federal.

    “Fomos procurados pela Fecomércio, conversamos sobre a possibilidade de Mato Grosso sair na frente e fazer o seu próprio Censo para que tenhamos noção da nossa população, da nossa economia, do nosso PIB [Produto Interno Bruto] e do desenvolvimento”, pontuou a deputada Janaina Riva.

    “A realização da pesquisa é importantíssima, inclusive, do ponto de vista de investimentos, atrativos de empresas e geração de renda e emprego. Principalmente para um Estado que cresce na velocidade de Mato Grosso. Em 10 anos, temos praticamente um novo Estado, muito diferente daqueles que já têm consolidada a sua população, sua economia e que crescem de forma mais desacelerada. Nossa realidade é completamente diferente”, emendou.

    Segundo a deputada, a principal preocupação é que hoje Mato Grosso não tem dados de sua real situação populacional.

    Conforme a deputada, a proposta de realização do levantamento será levada ao presidente da Assembleia, Max Russi (PSB) e ao governador Mauro Mendes (DEM).

    “Vamos apresentar uma proposta – que já nos adiantaram é praticamente metade do valor cobrado pelo IBGE. E vamos elencar a necessidade de Mato Grosso ter um censo atualizado e o quanto isso é importante para economia do Estado”, concluiu a parlamentar.