24 de junho de 2021
Mais
    Capa Destaques MDB projeta 6 vagas na AL, 3 federais e não descarta disputar...
    REUNIÃO PARTIDÁRIA

    MDB projeta 6 vagas na AL, 3 federais e não descarta disputar Governo

    Líderes da sigla se reuniram na última segunda-feira (25) para traçar estratégias

    Imagem: janaina MDB projeta 6 vagas na AL, 3 federais e não descarta disputar Governo
    A deputada Janaina Riva, que falou das projeções do MDB – Foto: Assessoria

    O MDB trabalha com a projeção de ampliar de três para seis o número de representantes na Assembleia Legislativa, além de eleger três deputados federais no pleito eleitoral de 2022.

    Atualmente, integram a banca do partido no Legislativo: Janaina Riva, dr João José e Thiago Silva.

    Na Câmara Federal, a sigla tem como representantes, o deputado Juarez Costa e Carlos Bezerra – hoje licenciado, deixando a vaga com Valtenir Pereira.

    As metas foram definidas durante uma reunião dos principais membros do diretório do partido, realizada na última segunda-feira (26).

    “Hoje o MDB abocanha praticamente 30% dos votos válidos do Estado e a gente quer tentar se manter como o maior partido do Estado. E, para isso, nós precisamos eleger mais deputados estaduais e federais”, afirmou a deputada Janaina Riva.

    “Vamos continuar trabalhando para lançar 48 candidaturas a estadual e também uma chapa completa para federal”, acrescentou.

    Janaina, que hoje é a única mulher no parlamento, disse que a sigla também tem a expectativa de eleger mais uma representante do sexo feminino. Recentemente, inclusive, a própria deputada fez um convite a médica Natasha Slhessarenko para que ela se filie ao MDB.

    Disputa a majoritária

    Ainda durante o encontro partidário, ficou definido que o MDB fará uma reunião com os prefeitos, no mês de julho para avaliar também as candidaturas majoritárias.

    No próximo ano, estarão em jogo as cadeiras de governador e vice, além de uma vaga ao Senado Federal.

    Conforme a deputada Janaina, uma ala do partido entende ser necessário lançar uma candidatura ao Governo. Parte acha por bem manter a aliança com o governador Mauro Mendes (DEM), que deve sair à reeleição.

    “O nome do prefeito [de Primavera do Leste] Leonardo Bortolin está despontando aí como como um gestor moderno. Então, são várias as discussões internas que o MDB vai promover. Em julho, vamos nos reunir com os prefeitos, mas a meta é exatamente fazer as maiores bancadas”, concluiu Janaina.