Mais
    Agora MT Brasil PF investiga suspeitas de corrupção no Ministério do Meio Ambiente
    OPERAÇÃO AKUANDUBA

    PF investiga suspeitas de corrupção no Ministério do Meio Ambiente

    Dez servidores federais foram afastados dos cargos, entre eles o presidente do IBAMA Eduardo Bim; investigações começaram após denúncias de crimes no Ministério do Meio Ambiente

    FONTE
    VIA

    Imagem: adote um parque mcamgo abr 090220211818 10 PF investiga suspeitas de corrupção no Ministério do Meio Ambiente
    O ministro Ricardo Sales é um dos mais próximos do presidente Jair Bolsonaro – Foto: Reprodução

    A Polícia Federal deflagrou hoje (19) uma operação para apurar suspeitas de corrupção, advocacia administrativa, facilitação de contrabando e prevaricação praticados por empresários do ramo madeireiro e agentes públicos. Os principais alvos são o Ministério do Meio Ambiente e o ministro Ricardo Sales. O presidente do Ibama, Eduardo Bim, foi afastado do cargo.

    A operação foi batizada de Akuanduba, divindade dos índios Araras, que habitam o Pará. Ela foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), e deve cumprir 35 mandados de busca no Distrito Federal, em São Paulo e no Pará.

    O ministro do STF também autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Salles e determinou a suspensão de um despacho do Ibama, de 2020, que, segundo a PF, permitia a exportação de produtos florestais sem a necessidade de emissão de autorizações.​

    O despacho teria sido elaborado a pedido de empresas com cargas apreendidas no exterior e resultou na regularização, segundo a PF, de cerca de 8 mil cargas de madeira ilegal.

    As investigações começaram a ser feitas em janeiro, quando a PF recebeu informações enviadas por autoridades de outros países apontando possíveis desvios de conduta de servidores públicos durante o processo de exportação de madeira.

    AFASTAMENTO
    Dez agentes públicos tiveram o afastamento determinado pelo STF, para viabilizar as investigações da Polícia Federal. O mais conhecido é o presidente do Ibama, Eduardo Bim, que é considerado peça-chave nos crimes que teriam sido cometidos na área ambiental.

    A PF investiga a edição de um despacho autorizado por ele, em 2020, em que o Ibama teria permitido a exportação de produtos florestais sem a necessidade de emissão de autorizações.

    O despacho teria sido elaborado a pedido de empresas com cargas apreendidas no exterior e resultou na regularização, segundo a PF, de milhares de cargas de madeira ilegal.

    Relacionadas

    Censo 2022 começa em territórios indígenas

    O Censo 2022 começa hoje (10) nos territórios indígenas e vai até 31 de outubro. Serão recenseados os indígenas residentes dentro ou fora de...

    Agosto Branco chama atenção para o câncer de pulmão

    Instituído há cinco anos, o Agosto Branco chama a atenção para a importância da prevenção do tipo de câncer que mais causa mortes no...

    Alta de roubos faz disparar em até 80% vendas de seguros para celular

    Um celular é tirado de seu dono a cada 12 minutos no estado do Rio de Janeiro, segundo o ISP (Instituto de Segurança Pública),...

    Ação contra fraude notifica cinco postos de combustível no DF

    Cinco postos de combustível do Distrito Federal (DF) foram notificados ontem (10) por entregar menos combustível do que o mostrado nas bombas, no âmbito...

    Termina hoje prazo para prefeituras fazerem cadastros no Bem-Taxista

    Termina hoje (15) o prazo dado às prefeituras para fazerem o cadastro dos profissionais que poderão receber o benefício emergencial Bem-Taxista. O benefício será...

    Superlua pode ser novamente vista nesta quinta-feira

    Para quem gosta de olhar para o céu à noite, esta quinta-feira (11) pode ser especial. É que, se o clima ajudar, será possível...

    Atualização do WhatsApp permite esconder o status online e sair de grupos sem ninguém saber

    O WhatsApp anunciou nesta terça-feira (9) novos recursos que prometem dar mais privacidade aos usuários. Algumas das mudanças são pedidos antigos de quem usa...

    CBF aceita pedido da comissão técnica e seleção não vai enfrentar Argentina em setembro

    A CBF aceitou a proposta da Fifa e da AFA (Associação Argentina de Futebol) para a seleção brasileira não disputar a partida contra os...

    PF faz nova operação contra fraude bilionária envolvendo criptomoedas

    Policiais federais deflagraram hoje (11) a quarta fase da Operação Kryptos, que investiga fraudes bilionárias envolvendo criptomoedas. Estão sendo cumpridos cinco mandados de prisão...

    Especiais

    Últimas

    Editoriais

    Siga-nos

    Mais Lidas